Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

COMO NASCEM, VIVEM E MORREM AS ESTRELAS?

A existência de um astro, que dura de 100 milhões a 1 trilhão de anos, passa por três fases: nascimento, meia-idade e maturidade. "Todas as estrelas nascem da mesma forma: pela união de gases", diz o astrônomo Roberto Boczko, da Universidade de São Paulo (USP). Partículas de gás (geralmente hidrogênio) soltas no Universo vão se concentrando devido às forças gravitacionais que puxam umas contra as outras. Formam, assim, uma gigantesca nuvem de gás que se transforma em estrela - isto é, um corpo celeste que emite luz.

A gravidade espreme essa massa gasosa a tal ponto que funde os átomos em seu interior.  Essa fusão é uma reação atômica que transforma hidrogênio em hélio, gerando grande quantidade de calor e de luz. Um exemplo de estrela jovem são as Plêiades, na Via Láctea, resultado de fusões que começaram há poucos milhões de anos.

Durante a meia-idade - cerca de 90% da sua existência -, a estrela permanece  em estado de equilíbrio. Seu brilho e tamanho variam pouco, ocorre…

O Gesto Primordial

"A construção da arte da gravura se faz sulcando, retirando, e não acrescentando. O que me interessa mesmo é o sulco", declara Maria Bonomi, uma das maiores gravuristas da história da arte brasileira. "O sulco vai para qualquer suporte: a xilogravura, a gravura em metal, a gravura em placas de concreto", diz. Quanto mais acumula premiações - e Bonomi acaba de ganhar o Prêmio Santista 1997, consagração maior na categoria gravura - mais ela parece disposta a simplificar as definições para seu sofisticado trabalho.

Nascida em Meina, na Itália, em 1935, Bonomi naturalizou-se brasileira em 1958, depois de viver e trabalhar em Nova York por dois anos. Sua história se liga à história da evolução e da maturidade da gravura brasileira, que se solidifica com o trabalho de seus mestres, Livio Abramo, Goeldi, Lasar Segall, e se expande com suas novas pesquisas. "Gravura pode ser muita coisa; meu trabalho pode fluir para muitas áreas, mas acaba sendo um só", explica.

DEU A LOUCA NOS NEURÔNIOS

Você já sentiu vontade de dizer palavrões no meio da sala de aula ou no escritório? Provavelmente, você segurou o impulso e ficou calado, para não acabar sendo expulso ou despedido do emprego. Sorte sua. Porque pessoas diagnosticadas com síndrome de Tourette - um distúrbio neurológico que se manifesta por tiques vocais e motores involuntários - não têm o mesmo autocontrole. Na hora que a vontade de falar palavrões aparece, não há quase nada que elas possam fazer para impedir.

Nas enciclopédias de medicina, a síndrome de Tourette é apenas uma das doenças neurológicas que apresentam sintomas esquisitos. Um rapaz com a síndrome de Klüver-Bucy, por exemplo, pode ter ímpetos de fazer sexo com postes ou calçadas. Uma garota com coréia de Sydenham, que provoca espasmos nos braços e nas pernas, pode dar a impressão de estar dançando freneticamente em situações nada apropriadas para coreografias. Quem tem narcolepsia dorme sentado, de uma hora para outra, durante uma reunião importante ou enq…

Palavra do Dia: Antagonista

n adjetivo e substantivo de dois gêneros
1que ou o que age em sentido oposto; opositor
2que ou aquele que é contra alguém ou contra alguma coisa; adversário
3Rubrica: anatomia geral.
que ou o que, numa mesma região anatômica ou função fisiológica, trabalha em sentido contrário (diz-se de músculo)
4Rubrica: odontologia.
que se articula em oposição (diz-se de ou qualquer dente em relação ao da maxila oposta)
5Rubrica: farmacologia.
que ou o que tende a anular a ação de outro agente (diz-se de agente, medicamento etc.)
n adjetivo de dois gêneros
6relativo a antagonismo
7Rubrica: medicina.
que realiza movimento contrário ou oposto a outro (diz-se de músculo)

FILHO DE PEIXE

O International Center of Photography de Nova York (1130 5th. Ave. 10128) exibe,  obras de Brett Weston, filho e discípulo de Edward Weston. O foco da mostra são 75 trabalhos que o fotógrafo fez em Nova York entre 1943 e 1945, quando servia em funções burocráticas do Exército e fotografava nas horas vagas. Seu interesse por composições e texturas abstratas o levou a metamorfosear, através da câmara, os detalhes do mundo exterior. Sua cidade aparece transfigurada em fragmentos muitas vezes irreconhecíveis. "A forma encontra-se em todos os âmbitos da natureza, caótica, muitas vezes explosiva. Conhecimento da forma pode ser uma coisa perigosa: é tão fácil estilizá-la e corrompê-la", afirmou Brett.

O QUE É MARÉ VERMELHA?

Trata-se da proliferação excessiva de algumas espécies de algas tóxicas, muitas delas de cor avermelhada, que ocorre ocasionalmente nos mares de todo o planeta. Quando isso acontece, grandes manchas vermelhas são vistas na superfície da água. "Na costa brasileira esse fenômeno pode acontecer, porém, a maré vermelha provocada por algas tóxicas não é comum", afirma a bióloga Maria do Carmo Carvalho, da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb). Em geral, essas plantas são encontradas em grandes profundidades abaixo da superfície. Em algumas situações peculiares, como mudanças de temperatura, alteração na salinidade e despejo de esgoto nas águas do mar, elas se multiplicam rapidamente e sobem para a superfície. Ali, liberam toxinas que matam um grande número de peixes, mariscos e outros elementos da fauna marinha.

"Os seres contaminados por essas toxinas tornam-se impróprios para o consumo humano", diz a bióloga. A ingestão de alimentos contaminados ca…

A ENERGIA DOS RAIOS PODE SER APROVEITADA?

Não existe ainda uma tecnologia capaz de armazenar a energia dos raios para aproveitá-la depois. Mesmo que existisse, talvez não valesse a pena. A energia que um raio transfere da nuvem para a terra tem em torno de 500 quilowatts. Se você olhar a conta de luz da sua casa, verá que isso é pouco mais do que se consome em um mês.

"Talvez, no futuro, seja possível lançar mão de uma torre para captar raios e alimentar um sítio ou uma fazenda", diz o meteorologista Osmar Pinto Júnior, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São José dos Campos, São Paulo. "Isso poderá ser feito principalmente em regiões com alta incidência de relâmpagos, ou seja, mais de cinco faíscas por quilômetro quadrado por ano", afirma Osmar.

Ainda assim, será necessário estudar bem se o custo da montagem do equipamento compensa o benefício. Mesmo se fosse possível capturar todos os relâmpagos que caem em uma cidade como São Paulo (de 5 000 a 10 000 por ano) - por meio de milhares …

Islândia

1INTRODUÇÃOIslândia, república insular, situada imediatamente abaixo do Círculo Polar Ártico, no norte do oceano Atlântico, a cerca de 300 km a sudeste da Groenlândia, 800 km a noroeste da Escócia e a aproximadamente 1.000 km a oeste da Noruega. Sua superfície é de 103.000 km2. A capital é Reykjavik.
2TERRITÓRIO A Islândia possui uma costa muito irregular, especialmente a oeste e a norte. Geologicamente, o terreno é de origem vulcânica recente e, em sua maior parte, é formado por planaltos de lava. Quase 15% da superfície é coberta por neves eternas e glaciares. Vatnajökull (ou glaciar Vatna), no sudeste, é o maior dos mais de 120 glaciares da ilha. Possui também um grande número de pequenos lagos e rios com corredeiras, de origem glaciar. Encontra-se em uma das principais falhas da crosta terrestre, a dorsal média atlântica. Por conseguinte, é um dos lugares da terra mais ativos do ponto de vista tectônico e, por isso, há um grande número de vulcões (entre os mais de 200, …

Nau

Imagem

ANTENAS DA NOVA SENSIBILIDADE

Uma certa atitude de contar histórias caracteriza as artes no final do século 20. Entram em cena as palavras de ordem como globalização e multiculturalismo, entram em cena a Aids, a clonagem genética, os aparatos virtuais. Sai de cena o comunismo, caem o muro de Berlim e a organização do mundo em dois grandes blocos equilibrados numa Guerra Fria. Entra em cena uma nova guerra étnica - a Guerra da Bósnia - e o mundo se reescreve em novas e titubeantes geografias.

Nesse contexto de insegurança histórica, e talvez também pelo próprio desgaste das linguagens artísticas marcadas pela abstração e pela tradição construtiva, artistas se voltam para um idioma pessoal, íntimo, marcado pela fisicalidade de seus corpos e por suas próprias histórias e memórias. A arte se torna um diário de intimidades. Em sintonia com essa sensibilidade estão dois novos e promissores artistas: José Rufino e Del Pilar Sallum.

Rufino, 33, paraibano de João Pessoa, formou-se em geologia para vasculhar os segredos de…

Estação Espacial Internacional

Imagem

Fantasmas

1INTRODUÇÃOFantasmas, espíritos de pessoas mortas que, com seu antigo aspecto, assombram os vivos. Normalmente, os fantasmas assustam em casas, teatros, escolas e outros locais de sua existência anterior. Há quem, por convicções religiosas, creia e respeite a presença de espíritos ou fantasmas (ver Espiritismo). Mas a idéia mais aceita é que estas estranhas aparições ligam-se aos medos, desejos e conflitos da psicologia humana. Assombrar é uma palavra de muitos significados, usada em vários contextos. Sua conotação é de admiração, abalo, estarrecimento, como quando uma lembrança ou uma idéia fascina a mente. Segundo a corrente espírita, os fantasmas se apegam aos seres vivos, objetos de seu amor na vida acabada, e se materializam para prestar auxílio — caso dos espíritos muito evoluídos — ou porque a morte inesperada os faz sofrer. As almas-penadas são vítimas do deslocamento, inviáveis em seu antigo mundo. Espíritos ou fantasmas ainda ligados a vidas passadas não podem a…

Reflexão do Dia

"Contento-me em ser uma pessoa não resolvida(...) acho que das minhas imperfeições, ainda sairão coisas interessantes" Hector Babenco

Palavra do Ano: Sortilégio

n substantivo masculino
1ato de magia praticado por feiticeiro; feitiço, malefício, bruxaria
Ex.: socorreu-se dos s. da magia negra
2Derivação: por extensão de sentido.
dote natural ou artificial que exerce atração, fascinação, sedução; encanto
Ex.: não houve homem que resistisse a seus s. femininos
3Derivação: por extensão de sentido (da acp. 1).
trama engendrada em segredo, para realizar algum desígnio, conspiração etc.; maquinação, combinação
Ex.: para conquistá-la recorreu a todos os s. galantes que pôde

Cachaça

Imagem

Entrevista do Semestre: Bruna Pitaluga Peret Ottani, ginecologista e obstetra

O que é metabolismo basal? Bruna – Taxa metabólica basal é a quantidade de energia que o corpo gasta em um dia para manter o funcionamento das suas atividades básicas como respirar, pensar, comer, dormir etc.
Como calculamos a taxa metabólica basal? Bruna – Existem várias formas de cálculo da taxa metabólica basal. A mais comum, e mais conhecida, é a equação de Harris-Benedict. Ela utiliza variáveis como peso, altura, idade e sexo. Por exemplo, um homem de 35 anos que pesa 80kg e tenha 180cm de altura tem uma taxa metabólica basal de 1824 cal. Já uma mulher com 30 anos que pesa 70kg e que tenha 170cm de altura tem uma taxa metabólica basal de 1492 cal. O que significa que, no exemplo do mulher, ela necessita de 1492 cal para manter as suas funções vitais por um dia.

Como melhorar o metabolismo basal? Bruna – A taxa metabólica basal é o parâmetro mais utilizado para avaliação de gasto de energia dentro do nosso corpo. Dentro de cada uma das nossas células existe um componente chamado mit…

Reflexão do Quadrimestre

"Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas" Confùcio

Koogeek P1 Smart Plug HomeKit & Siri & Energy Consumption & Timer

Imagem

Palavra do Trimestre: Pragmatismo

n substantivo masculino
1Rubrica: filosofia.
ênfase do pensamento filosófico na aplicação das idéias e nas conseqüências práticas de conceitos e conhecimentos; filosofia utilitária
2Rubrica: filosofia.
corrente de idéias que prega que a validade de uma doutrina é determinada pelo seu bom êxito prático [É esp. aplicado ao movimento filosófico norte-americano baseado em idéias de Charles Sanders Peirce (1839-1914) e William James (1842-1910).]
 Obs.: cf. ativismo, humanismo e naturalismo
3Rubrica: filosofia, lingüística.
dentro do pensamento de Charles S. Peirce, afirmação de que o conceito que temos de um objeto é a soma dos conceitos de todos os efeitos decorrentes das implicações práticas que podemos conceber para o referido objeto; pragmaticismo
4consideração das coisas de um ponto de vista prático; tratamento prático, não dogmático ou sumário das coisas
5tratamento dos fenômenos históricos com referência especial às suas causas, condições, antecedentes e resultados
6método prático …

O Que é Astronomia?

1INTRODUÇÃOAstronomia, ciência que se ocupa dos corpos celestes do Universo, incluindo os planetas e seus satélites, os cometas e meteoritos, as estrelas e a matéria interestelar, os sistemas de estrelas chamados galáxias e os agrupamentos de galáxias. A astronomia moderna se divide em vários ramos: a astrometria, o estudo mediante a observação das posições e os movimentos daqueles corpos celestes; a mecânica celeste, o estudo matemático de seus movimentos explicados pela teoria da gravidade; a astrofísica, o estudo de sua composição química e sua condição física mediante a análise espectral e as leis da física; e a cosmologia, o estudo do Universo como um todo. 2ORIGENS NA ANTIGÜIDADE A curiosidade dos povos antigos pela alternância do dia e da noite, o Sol, a Lua e as estrelas levou-os a concluir que os corpos celestes parecem mover-se de forma regular e que esse fato é útil para definir o tempo e a direção de quem se movimenta sobre a Terra. A astronomia permitiu às prim…

Zodiaco

Imagem

O que é Byte?

Byte, unidade de informação que consta de 8 bits. Em processamento de informática e armazenamento, é equivalente a um único caractere. Ver Kilobyte; Megabyte.

Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation.  Todos os direitos reservados.

Palavra do Trimestre: Abaçanado

n adjetivo
que se abaçanou
1que tem cor baça; tornado baço
2que tem cor morena; trigueiro

Entrevista do Mês: Marcos Lisboa

Folha - O governo federal acaba de projetar seu deficit de 2017 em R$ 139 bilhões e promete um esforço fiscal de R$ 55,4 bilhões a ser obtido com privatizações, concessões e aumento da receita com a melhora da atividade. Qual a sua avaliação? Marcos Lisboa - O número que interessa para a sustentabilidade das contas públicas são os R$ 194,4 bilhões (soma do deficit e das receitas adicionais previstas). Esse é o número que continuará crescendo de forma estrutural. O que o governo está fazendo é um esforço adicional, com a venda de ativos e receitas extraordinárias, para reduzir esse número para R$ 139 bilhões. São receitas extraordinárias, e bem-vindas. Elas atenuam a trajetória de crescimento da dívida e dão um pouco mais de fôlego para enfrentar o problema, que seria ainda maior se o número fosse R$ 194,4 bilhões. Há uma melhora nas expectativas. Na prática, porém, nada de fundamental mudou. Como o sr. vê o atual quadro?
Temos uma janela de oportunidade para enfrentar um problema estrut…

Palavra do Bimestre: Ababelado

n adjetivo
1que se ababelou
2em que a confusão se instalou (como na torre de Babel); confuso, babélico

Brasil na Antártida

Brasil na Antártida, presença que reflete o interesse do país no estudo e eventual exploração do último continente a desafiar a curiosidade humana.
A adesão do Brasil ao Tratado Antártico em 1976, e sua posterior aceitação como membro consultivo desse tratado em 1983, assim como sua inclusão como partícipe do Comitê Científico de Pesquisas Antárticas (CCPA) em 1994, garantiram sua participação no conjunto de grupos de pesquisa que montaram bases na Antártida. Desde 1982 o Brasil envia expedições sistemáticas ao continente Antártico e desde 1984 estabeleceu base fixa na região. A estação brasileira Comandante Ferraz está localizada na península de Keller, na baía do Almirantado da ilha do Rei Jorge, arquipélago das Shetland do Sul. Possui uma equipe permanente que trabalha durante todo o ano, inclusive no inverno, e durante o verão acolhe grupos de pesquisadores especializados em meteorologia e monitoramento do clima, da camada de ozônio, do processo de poluição do oceano …

Entrevista da Quinzena: Frederic Gros

Quando você começou a caminhar? 
Foi relativamente tarde, aos 20 anos. Foram alguns amigos que me convenceram. Quando eu era criança, gostava de ir sozinho para as montanhas, mas a verdade é que o passeio consistente como uma excursão, veio mais tarde. Minha primeira experiência importante foi no verão quando eu dei uma volta pela Córsega. Eu andei a estrada GR-20. Foi difícil, mas a aliança entre as altas montanhas e o mar fez com que fosse maravilhoso. Quantos quilómetros fez? 
Éramos em sete pessoas e durou 15 dias, mas não sei quantos quilômetros fizemos. A verdade é que, quando se caminha não se conta, porque a dificuldade das trilhas faz você percorrer às vezes, poucos quilômetros em um dia. Quando se caminha mais fácil, através de estradas planas, como os andarilhos, a média é de 40 quilômetros por dia. E o que acha dos aplicativos que calculam a distância e até mesmo as calorias consumidas? 
Não uso. O importante é ter uma visão geral e que você só consegue com um mapa desdobrável.…