domingo, 31 de janeiro de 2010

Foro de Análisis 'Psicología y Represión Política: El Caso Atenco'

Marcadores:

sábado, 30 de janeiro de 2010

Sitio de Filosofia

Marcadores:

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Café Filosófico com Joaquim Motta em Sorocaba

Marcadores:

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Realismo (Filosofia)

Realismo (filosofia), termo utilizado para duas orientações doutrinais da epistemologia. Na filosofia moderna aplica-se a palavra realismo ao sistema no qual os objetos comuns, percebidos pelos sentidos, têm existência independente do próprio ser percebido. Na filosofia medieval, realismo referia-se ao pensamento que considerava as formas platônicas, ou conceitos universais, como reais. Modernamente, esta última concepção denomina-se realismo platônico.

Marcadores:

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Filosofia - o Que é Isto?

Marcadores:

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Entrevista Blackberry

Marcadores:

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Entrevista

INTERVIEW

Marcadores:

domingo, 24 de janeiro de 2010

Entrevista

Enviado pelo meu aparelho BlackBerry®

Marcadores:

sábado, 23 de janeiro de 2010

Saiba como se preparar para uma entrevista de emprego

Ele fez as contas e acredita já ter entrevistado, em dez anos da sua carreira de executivo, cerca de 5.000 candidatos a vagas de emprego. O administrador de empresas Roberto Caldeira, autor do livro "O Segredo do Entrevistador" (editora Brasport, R$ 31,45), conta, em entrevista ao UOL Empregos, que há certos comportamentos que sempre conquistam quem está selecionando e outros que o afastam.

"Percebi que os profissionais cometiam sempre os mesmos erros", conta o executivo, formado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo e com pós-graduação pela Harvard Extension School. Caldeira tem experiência de recrutamento para diversos cargos, desde recepcionista a gerente do departamento financeiro e gerente e diretores em outros países.

Confira os principais trechos da entrevista:

Há algum perfil de profissional sempre esperado por qualquer entrevistador?
Sim, as características pessoais mais procuradas pelos entrevistadores são: objetivos profissionais e de vida definidos; automotivação; iniciativa; responsabilidade; dedicação; ambição; capacidade de aprender; capacidade de trabalho em equipe; ser voltado para resultados.

Além disso, é preciso ter atitude positiva, que significa a maneira como nos comportamos em relação à vida. Se somos otimistas, colaborativos, sociáveis e participantes. Ou se somos pessimistas, egoístas e revoltados. Para que os objetivos da empresa sejam atingidos, é essencial que a atitude do grupo seja positiva, otimista e colaborativa.

Use termos como: Sim posso! Sim gostaria! Sim me interessa! Não, não tem problema!

O candidato precisa ter também expectativas adequadas.

E o que seria a expectativa adequada?
Muitos erroneamente avaliam o sucesso profissional e pessoal através dos aumentos salariais recebidos ao longo dos anos. Com o tempo, descobrimos outros fatores tão ou mais importantes para nós, como a satisfação pessoal e a satisfação profissional. São sentimentos que nenhum salário polpudo traz por si só.

Quando somos entrevistados, devemos deixar transparecer nossa busca de realização pessoal e profissional. De nosso desejo de fazer parte de uma equipe de sucesso e de poder contribuir para a construção de algo.

Outro ponto esperado pelo entrevistador é maturidade.

E isso não está ligado à idade, certo?
Não, isso não está ligado à idade. Ser maduro significa ser ponderado e prudente. Na entrevista, significa ouvir e pensar antes de falar. Não se precipitar nas respostas.

Que erros nenhum entrevistador suporta?
Atrasos ou faltas à entrevista; falar mal de ex-chefe ou de empresa anterior; comunicação muito coloquial ou com excesso de gírias; candidatos que colocam restrições quanto ao horário de trabalho e que justificam sua pretensão salarial baseados em sua necessidades financeiras pessoais.

Como justificar o quanto se quer ganhar, então?
Salários são baseados principalmente na contribuição que o candidato pode dar a empresa através de seu trabalho e na oferta no mercado de profissionais com aquele perfil. Portanto, a pretensão deve se basear na média de salário pago para aquele cargo pelo mercado, podendo subir caso o candidato tenha experiência específica no segmento de atuação da empresa, ou seja, caso venha da concorrência.

Se colocar restrições ao horário de trabalho é um comportamento inadequado, como deve atuar o candidato que estuda ou tem filhos?
Algumas empresas oferecem vagas com horário flexível, mas isso é a exceção. Quem quiser realmente seguir uma carreira tem que optar por uma dedicação de tempo mínima para a empresa.

Por outro lado, há atitudes que ajudam a conquistar qualquer entrevistador?
Sim: saber ouvir e evitar respostas fechadas do tipo sim ou não. Deve-se elaborar um pouco sobre a pergunta, mas também com cuidado para não ficar muito longo. É preciso ainda mostrar interesse pela empresa e pela vaga oferecida e mostrar disponibilidade e flexibilidade para participar das próximas etapas da seleção.

O entrevistador se prepara para uma entrevista? O que o entrevistado pode fazer sabendo disso?
Sim. O entrevistador faz um resumo das responsabilidades envolvidas no cargo em questão bem como o perfil do candidato procurado. De posse dessa informação, o candidato deve procurar conhecer o máximo possível sobre a empresa em que pretende trabalhar, através de pesquisa na Internet. Também é importante conhecer detalhes dos requisitos para o cargo, algo que deve ter sido divulgado pela empresa ou que, em última instância, pode ser perguntado diretamente ao RH [recursos humanos] da empresa.

O entrevistado pode detectar o tipo de entrevistador que está à frente dele? E se adaptar a isso?
Sim, isso é possível, mas não recomendável, por não ser fácil para as pessoas, em geral, detectar nuances de personalidade e se adequar a elas. O que sugiro é que o candidato esteja firme e preparado para a entrevista.

Marcadores:

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Ultima Entrevista: Raul Seixas

Marcadores:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Today in History - 21 de January

Marcadores:

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

90 Anos de Nascimento

20 de Juaneiro de 1920 - Manoel Dias da Silva

Marcadores:

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Today in History

http://www.youtube.com/watch?v=o3t4GWD2TqA&feature=player_embedded

Marcadores:

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Calendário

Calendário

1 INTRODUÇÃO

Calendário, sistema de medida de tempo para as necessidades da vida civil, com a divisão do tempo em dias, meses e anos. As divisões têm como base os movimentos da Terra e as aparições regulares do Sol e da Lua. Um dia é o tempo médio necessário para uma rotação da Terra sobre seu eixo. A medição de um ano se baseia numa rotação da Terra em torno do Sol e se chama ano estacional, tropical ou solar. Um ano solar tem 365 dias, 5 h, 48 min e 45,5 s. A duração dos meses é aproximadamente uma duodécima parte de um ano (28 a 31 dias) e é ajustada para encaixar os 12 meses em um ano solar. Para informação sobre nomes ou ordem dos meses, ver os verbetes sobre cada um dos 12 meses. A semana teve origem na tradição judaico-cristã, que recomendava descansar do trabalho um dia em cada sete.

2 O CALENDÁRIO ROMANO

O calendário romano original, introduzido por volta do século VII a.C., tinha 10 meses e 304 dias no ano, que começava em março. Mais dois meses, janeiro e fevereiro, foram acrescentados posteriormente, ainda no século VII a.C., mas como os meses tinham somente 29 ou 30 dias, era preciso intercalar um mês extra aproximadamente a cada dois anos. Os dias do mês eram designados pelo incômodo método de contar para trás a partir de três datas: as calendas, ou o primeiro dia de cada mês; os idos, ou meados do mês, que caíam no dia 13 de certos meses e no dia 15 de outros; e as nonas, ou o nono dia antes dos idos.

No ano 45 a.C, Caio Júlio César decidiu usar um calendário estritamente solar. Esse calendário, conhecido como juliano, estabeleceu o ano normal, com 365 dias, e o ano bissexto, a cada quatro anos, com 366 dias. O calendário juliano também instituiu a ordem dos meses e dos dias da semana tal como aparece nos calendários atuais.

3 O CALENDÁRIO GREGORIANO

O ano juliano era 11 minutos e 14 segundos maior do que o ano solar. Essa diferença se acumulou até que, por volta de 1582, o equinócio da primavera (ver Eclíptica) aconteceu dez dias antes e as festas da Igreja não foram realizadas nas estações apropriadas. Por isto, o papa Gregório XIII promulgou um decreto eliminando 10 dias do calendário. Para prevenir novos deslocamentos, instituiu um calendário, conhecido como gregoriano, estabelecendo que os anos centenários divisíveis por 400 deveriam ser bissextos e que todos os demais anos centenários deveriam ser normais. O calendário gregoriano foi sendo adotado lentamente em toda a Europa. Hoje é válido em quase todo o mundo ocidental e em partes da Ásia.

4 CALENDÁRIOS RELIGIOSOS

O calendário gregoriano é basicamente cristão. O calendário oficial da Igreja católica é a relação anual das festas, dias dos santos e festividades, com as datas do calendário civil em que elas acontecem.

O calendário judeu, que vem do antigo calendário hebreu, permaneceu inalterado desde cerca do ano 900. É o calendário oficial do moderno estado de Israel. O ponto de partida da cronologia hebréia é o ano 3761 a.C., a data da criação do mundo, conforme interpretação do Antigo Testamento. O calendário judeu é lunar e solar, baseado em meses lunares de 29 e 30 dias quase sempre alternadamente. Outro calendário religioso fundamental é o islâmico, usado em quase todos os países muçulmanos. É calculado a partir do ano 622, o dia posterior à hégira, ou a partida de Maomé de Meca para Medina. O ano islâmico tem 12 meses lunares. Trinta anos constituem um ciclo em que os anos 2º, 5º, 7º, 10º, 13º, 16º, 18º, 21º, 24º, 26º e 29º são anos bissextos de 355 dias; os demais são anos comuns de 354 dias.

Marcadores:

domingo, 17 de janeiro de 2010

Data Comemorativa

17 de Janeiro

Dia Dos Tribunais de Contas do Brasil


Marcadores:

sábado, 16 de janeiro de 2010

Hospital

Hospital

Hospital é a instituição com uma equipe médica e de enfermagem organizada e instalações permanentes, que oferece uma grande variedade de serviços de saúde, como cirurgia, os quais exigem tratamento ou observação mais intensivos. Conta também com instalações para atender aos recém-nascidos e lactantes, bem como para diversas consultas ambulatoriais.

Um hospital geral moderno é uma instituição complexa. Além das funções propriamente médicas, o hospital deve proporcionar também a seus pacientes e profissionais alojamento, alimento e outros serviços. Os serviços médicos necessitam de espaço para laboratórios, raios X e outros equipamentos de diagnóstico, farmácia, sala de urgências, centros cirúrgicos, salas de partos, laboratório de anatomia patológica, salas de enfermagem, necrotério e áreas para diversos tipos de tratamentos, como fisioterapia e terapia ocupacional.

O alojamento dos pacientes consiste em quartos particulares e semiparticulares, alas de isolamento, berçários e unidades de tratamento intensivo para adultos e prematuros, áreas de lazer para os doentes e salas de espera. A administração do hospital deve contar com escritórios e salas de arquivo.

Marcadores:

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Diabetes melito

Diabetes melito é uma doença causada por uma alteração do metabolismo dos carboidratos, provocando o aparecimento de uma quantidade excessiva de açúcar no sangue e na urina. Há duas formas: a tipo I, ou diabetes melito insulino-dependente, denominada também diabetes juvenil, que se acredita produzida por um mecanismo auto-imune; e a tipo II, ou diabetes melito não-insulino-dependente, ou diabetes do adulto.

No diabético, há um déficit na quantidade de insulina produzida pelo pâncreas ou uma alteração dos receptores de insulina das células, dificultando a passagem de glicose. Deste modo, aumenta a concentração de glicose no sangue e esta é excretada na urina. Nas duas formas de diabetes, a presença de níveis elevados de açúcar no sangue durante muitos anos é responsável por lesões nos rins, problemas de visão (provocados pela ruptura de pequenos vasos no interior dos olhos), afecções circulatórias nas extremidades, que podem levar à perda de sensibilidade e, às vezes, à necrose de pés e mãos, e alterações sensitivas por lesões do sistema nervoso.

Com o tratamento adequado, a maioria dos diabéticos alcança níveis de glicose em limites próximos à normalidade. Os diabéticos tipo I e os tipo II com produção de insulina escassa ou nula recebem tratamento com insulina e modificações na dieta. A maioria dos pacientes diabéticos tipo II tem certo sobrepeso; a base do tratamento é a dieta, o exercício e a perda de peso.


Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002.
© 1993-2001 Microsoft Corporation.
Todos os direitos reservados.

Marcadores:

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Ministério da Saúde

Link

Marcadores:

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Saúde do Cabelo

Marcadores:

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Evento Porto Seguro Saúde - 1ª Ação Você Melhor - Instituto de Promoção da Saúde Campinas - Evento Campinas

Marcadores:

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Livro: A Estrutura da Bolha de Sabão

Marcadores:

domingo, 10 de janeiro de 2010

Literatura

Marcadores:

sábado, 9 de janeiro de 2010

Literatura do Romantismo em Portugal

Romantismo em Portugal, Literatura do

Pretendendo romper com os modelos do neoclassicismo, o movimento literário e cultural português, enquadrado na estética romântica, desenrola-se ao longo do século XIX, em três fases.

A primeira, o pré-romantismo, foi difusa em Portugal. É significativo que um autor como Bocage mantenha-se atrelado às regras neoclássicas e Horácio seja uma referência obrigatória de Filinto Elísio ou da Marquesa de Alorna.

Considera-se o ano de 1825 como o início do romantismo literário português com a publicação, em Paris, do poema Camões. Em 1826, foi publicado D. Branca, ambos da autoria de Almeida Garrett. Garret, Alexandre Herculano e Antônio Feliciano de Castilho, entre outros, deram vida à primeira geração de escritores românticos que tinham como traços dominantes, além da religiosidade, um regresso ao passado medieval, um sentido regenerador, sentimentos nacionalistas moralizantes e cultivava, principalmente, os gêneros do romance e drama históricos.

Os anos 40 do século XIX são assinalados pelo ultra-romantismo ou segunda geração romântica. O fantástico dos temas, o imaginário sombrio e o desencanto emocional atingem o auge. Camilo Castelo Branco na ficção, Soares dos Passos e João de Lemos na poesia, são seus maiores representantes. Com a Geração de 1870 - e a profunda revolução literária e cultural iniciada, em 1865, com a polêmica entre Antero de Quental e Castilho - mais do que a negação do romantismo, o necessário passa a ser o reencontrar da totalidade romântica em uma perspectiva capaz de ultrapassar as fronteiras portuguesas e interligar a filosofia com a estética. A intenção era redescobrir os modelos do romantismo europeu, de Shakespeare a Dickens, de Goethe a Heine, além de outros, como Victor Hugo ou Proudhon, articulando-os com as novas tendências do realismo-naturalista de Zola e o positivismo de Comte.

Na terceira geração do romantismo, além de Antero de Quental, pontuaram nomes como os de Eça de Queirós, Teófilo Braga, Oliveira Martins, Batalha Reis e Adolfo Coelho, entre outros.

Marcadores:

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Castilian literature in BCN • Literatura castelá en BCN

Marcadores:

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Sitio de Literatura

Literatura Online

Marcadores:

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Humor:

Por que o CORINTHIANS foi jogar na Etiópia?
Porque o presidente queria mostrar que existe coisa pior que a fome.

Marcadores:

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

O Troco no Banheiro Público

um banheiro público do centro da cidade, ninguém usava papel higiênico: Todo mundo se limpava com notas de R$ 1, 00.

Um belo dia, Joaquim estava apertadíssimo e teve de usar esse banheiro público. Fez o que tinha que fazer e, na hora de se limpar, viu que só tinha uma nota de R$ 50, 00.

Sem problema: Joaquim limpou-se com a nota de cinquenta, catou R$ 49, 00 do cesto de lixo e foi embora. . .

Marcadores:

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Teatro Besteirol

Teatro besteirol é o nome pelo qual ficou conhecido um estilo de comédia muito popular na década de 1980, no Rio de Janeiro. Suas características mais freqüentes eram a estrutura baseada em esquetes (cenas isoladas e muito curtas), um elenco reduzido, com os atores revezando-se em numerosos papéis, e piadas extraídas de fatos do momento e de situações insignificantes do cotidiano, o que lhe valeu o rótulo. Peças importantes na fase inicial do movimento foram Bar doce bar, com Pedro Cardoso e Felipe Pinheiro, e Sereias da Zona Sul, com Miguel Falabella e Guilherme Karam.

O besteirol levou ao extremo o estilo de humor de grupos da década de 1970, como o Asdrúbal Trouxe o Trombone, que já cultivava um humor sem compromisso ideológico e cheio de referências ao cotidiano das platéias cariocas. Sua importância para o humor brasileiro dessa fase foi reforçada por seu entrelaçamento com o humor do jornal Planeta Diário (depois Casseta & Planeta) e de programas como TV Pirata.


Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Marcadores:

domingo, 3 de janeiro de 2010

Sitio de Hunor

HUMORBABABACA

Marcadores:

sábado, 2 de janeiro de 2010

Humor - My 'Happy Meal' Version...


My 'Happy Meal' Version..., upload feito originalmente por RєRє.

Marcadores:

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Robertos Carlos CD '71 - Baixar

Marcadores: