domingo, 30 de novembro de 2008

Rastafari

Rastafari

Rastafari é um movimento político e religioso que nasce com os ativistas negros e mestiços da década de 1930, em particular da campanha do “Retorno à África” de Marcus Garvey. Fundamenta-se na resistência negra à opressão branca. Entre eles há uma grande variedade de práticas e crenças. Mas todos crêem na divindade de Ras Tafari, antigo imperador da Etiópia coroado como Hailé Selassié I.

Incorporam uma combinação de religiões africanas e de narrativas do Antigo Testamento. São vegetarianos, fazem tranças no cabelo, fumam maconha (cannabis) para ajudar à meditação e praticam uma crença pacífica.

Marcadores:

sábado, 29 de novembro de 2008

Manual de Instruções do IPhone 16GB

Marcadores:

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

..VIDA APÓS A MORTE

1. Relatos de pessoas que "estiveram do outro lado" e voltaram para contar o que viram são muito mais comuns do que a gente pensa. Esses casos vêm sendo pesquisados a sério desde pelo menos a década de 1970, quando ganharam entre os especialistas uma sigla em inglês: NDE, Near-Death Experience - no Brasil, o termo foi traduzido para EQM, ou "Experiências de Quase-Morte".

2. Segundo a NDE Research Foundation, entidade americana que pesquisa o assunto, ocorrem mais de 700 NDEs por dia apenas nos Estados Unidos. Geralmente os relatos sobre esse tipo de experiência têm vários pontos em comum. A maior parte das pessoas descreve ter visto túneis escuros, luzes brancas misteriosas e a percepção do próprio corpo sendo reanimado pelos médicos que prestaram socorro. Mas não pense que tudo se resume a momentos de paz e beleza. Há relatos de NDEs "negativas", similares a pesadelos, em que a pessoa tem visões de demônios e ouve gritos sombrios.

3. Sob o ponto de vista médico, a morte encefálica, popularmente chamada de morte cerebral, é irreversível. Mas existem casos de pacientes em estado de morte clínica (quando a respiração e o coração param, por exemplo) em que a atividade cerebral permanece. Nessas situações os músculos cardíacos e o ciclo respiratório podem ser reanimados com variadas técnicas e equipamentos. Em geral, as NDEs acontecem durante a reanimação de uma vítima morta clinicamente.

4 .Alguns cientistas, porém, acreditam que a consciência independe da atividade cerebral. Por isso seria possível um paciente ter uma NDE mesmo depois de constatada a ausência total de atividades cerebrais. Essa tese é defendida por dois pesquisadores britânicos, Sam Parnia, da Universidade de Southampton, e Peter Fenwick, da Universidade de Oxford. Eles criaram a fundação beneficente Horizon Research para investigar o que há por trás da morte.

5. Em 2001, Parnia e Fenwick publicaram no jornal de medicina Resuscitation uma pesquisa feita com sobreviventes de ataques cardíacos no Southampton General Hospital, na Inglaterra. De 1 500 pacientes analisados, 63 foram reanimados depois de declarados clinicamente mortos; sete deles relataram visões, mas só quatro casos foram considerados NDEs, devido à lucidez e à riqueza de detalhes dos depoimentos. Depois de recuperados, alguns pacientes, mesmo com inatividade cerebral constatada durante os trabalhos de ressuscitação médica, reconheceram pessoas que nunca viram antes, mas que ajudaram a salvá-los, e se lembraram do que os médicos falaram durante os procedimentos de socorro.

6. Também em 2001, uma outra pesquisa semelhante foi feita na Holanda. O neurologista Pin van Lommel divulgou, em artigo para a revista britânica de medicina The Lancet, os resultados de um estudo feito em dez hospitais holandeses, com 344 pacientes reanimados. Dezoito por cento deles relataram algum tipo de NDE.

7. Antes desse estudo, o doutor Lommel já pesquisava o assunto e selecionava relatos impressionantes. Num deles, um paciente contou ao médico holandês que, durante uma experiência de NDE, observou, ao lado da avó morta, um homem que ele não conhecia, mas que o olhava com carinho. Mais de dez anos após sua visão, o tal paciente descobriu que havia nascido de uma relação extraconjugal e que seu pai biológico havia morrido durante a Segunda Guerra Mundial. Quando ele conseguiu uma foto do seu pai verdadeiro, reconheceu o homem que havia visto durante sua NDE!

8. Outra experiência curiosa foi conduzida pelo médico e psicólogo americano Kenneth Ring, professor emérito da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos. Durante dois anos, Ring, um dos pioneiros mundiais no estudo de NDEs, colecionou mais de 30 relatos de pessoas cegas - algumas desde o nascimento - que tiveram visões do próprio corpo, ainda que fora de foco, antes de serem reanimadas.

9. É claro que muitos cientistas são totalmente céticos em relação a esses relatos. Argumentos contra os supostos contatos com a vida após a morte não faltam. Talvez o principal deles seja o de que tudo não passa de alucinação, provocada por reações neuroquímicas no cérebro de pessoas moribundas. O psiquiatra neozelandês Karl Jansen, por exemplo, aponta no livro Ketamine: Dreams and Realities ("Quetamina: Sonhos e Realidades") que já reproduziu, com voluntários, experiências idênticas às NDEs, usando para isso substâncias anestésicas como a quetamina, capaz de produzir alucinações.
10. Os adeptos do vodu, culto de origem africana praticado principalmente no Haiti, também têm sua própria receita para produzir a viagem de uma pessoa até a morte e depois "ressuscitá-la". Um feiticeiro local oferece à "vítima" uma poção feita com ervas alucinógenas e tóxicas. Esses ingredientes induzem a pessoa a um estado cataléptico, como se ela estivesse morta. Algum tempo depois, o feiticeiro "acorda o morto", ministrando outra dose da poção. Porém, essa seqüência de envenamentos e o tempo que a vítima passa sem receber oxigenação no cérebro a deixa com seqüelas mentais irreversíveis, transformando-a num verdadeiro zumbi. A história dessas criaturas "mortas-vivas" haitianas - teoricamente usadas para trabalhos escravos - foi investigada pelo antropólogo canadense Wade Davis. No livro A Serpente e o Arco-Íris, publicado na década de 1980, Davis defendeu a tese de que a substância tóxica tetradotoxina (TTX) - encontrada em peixes como o baiacu, muito consumido no Japão - era um dos princípios ativos da poção dos zumbis.

Marcadores:

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Download: Banda Black Rio - Maria Fumaça - MP3


Marcadores:

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

QUAL É A ORIGEM DA PIZZA?

Seus criadores foram mesmo os italianos. Mas existem várias hipóteses para explicar a chegada do ancestral da pizza à Itália. A principal delas conta que, três séculos antes de Cristo, os fenícios costumavam acrescentar ao pão coberturas de carne e cebola. Só que o pão deles era parecido com o pão sírio, redondo e chato como um disco. A mistura também foi adotada pelos turcos, que preferiam cobertura à base de carne de carneiro e iogurte fresco. "Durante as Cruzadas, no século XI, o pão turco foi levado para o porto italiano de Nápoles", conta o sociólogo Gabriel Bollaffi, da USP. Os napolitanos tomaram gosto pelo petisco e foram aperfeiçoando-o com trigo de boa qualidade para a massa e coberturas variadas, especialmente queijo. Nascia, então, a pizza quase como a conhecemos hoje. Faltava só o tomate, introduzido na Itália no século XVI, vindo da América, e incorporado como ingrediente tão básico quanto o queijo.

A mais antiga pizzaria que se conhece está em Nápoles e foi fundada em 1830. A pizza Margherita também surgiu nessa cidade, em 1889, feita de encomenda para o rei Umberto I e a rainha Margherita.

Marcadores:

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Xintoísmo

 

Xintoísmo é a religião japonesa primitiva que, desde tempos imemoriais, tem desempenhado um papel de grande importância dentro da cultura e história nipônicas. Relaciona-se, intimamente, com o caráter nacional japonês. A forte influência que exerce deve-se, em parte, à sua capacidade de coexistir harmoniosamente com outras religiões, especialmente o budismo. A religião xintoísta surgiu durante o período pré-histórico Yayoi, unindo o xamanismo nativo, o animismo e as crenças populares.

O xintoísmo é uma religião politeísta que venera um panteão de kami (deuses ou espíritos). Sua prática consiste em adorar, aplacar a ira do espírito ou, simplesmente, estabelecer relação com ele. As oferendas de comida consistiam, principalmente, de arroz, saquê, peixes, verduras e frutas. Estas cerimônias associavam-se aos ciclos das estações, refletindo as raízes agrárias do xintoísmo. As diferentes etapas da vida humana também eram marcadas por cerimônias.

Tradicionalmente, os xintoístas davam ênfase especial à pureza e sentiam grande respeito pela morte, doenças ou sangue. Quase tão importante quanto a pureza do corpo era a do coração.

Os xintoístas organizavam-se em grupos associados a seus santuários locais. Os primeiros lugares sagrados destacavam-se pela beleza natural. Somente anos mais tarde, os santuários transformaram-se em construções. Nelas havia um objeto que representava o corpo do kami. Não existe uma hierarquia unitária dentro da religião xintoísta e o sacerdócio se transmite de pai para filho.

Diferente da maioria das religiões, o xintoísmo não é uma revelação compilada em escritos considerados de inspiração divina. Os livros sagrados são descrições das práticas xintoístas, geralmente relatos. Existem compêndios de cerimônias, rituais e rezas antigas que servem às liturgias cerimoniais.

Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Marcadores:

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

eBook: Vencendo o Passado


Detalhes / Sinopse:
A inteligência da vida vai mostrar-lhe qual atitude sua está ocasionando seus desafios. Se você aceitar e promover sua melhora interior, então vencerá e o passado passará. A liberdade o tornará mais lúcido e mais feliz. Neste livro, os protagonistas enfrentam esse desafio com sucesso. Mas você terá ainda de enfrentar os seus. (Zibia Gasparetto)

Marcadores:

domingo, 23 de novembro de 2008

Nutrição humana

 

INTRODUÇÃO

Nutrição humana é a  ciência que estuda os nutrientes e outras substâncias alimentícias e a forma na qual o corpo as assimila. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e alguns países dão indicações precisas quanto aos nutrientes necessários a uma dieta equilibrada .

Os nutrientes são classificados em cinco grupos principais: proteínas, carboidratos ou glicídios, gorduras ou lipídios, vitaminas e sais minerais. Esses grupos compreendem um total de 45 a 50 substâncias que os cientistas consideram essenciais para manter a saúde e um crescimento normal, com base em pesquisas com animais.

FUNÇÕES DOS NUTRIENTES

A função primordial da proteína é produzir tecido corporal e sintetizar enzimas, alguns hormônios que regulam a comunicação entre órgãos e células (como a insulina) e outras substâncias complexas que regem os processos corporais.

Os sais minerais inorgânicos são necessários à reconstrução estrutural dos tecidos corporais, além de participar em processos como a ação dos sistemas enzimáticos, contração muscular, reações nervosas e coagulação do sangue.

As vitaminas lipossolúveis são compostos orgânicos que atuam principalmente nos sistemas enzimáticos para melhorar o metabolismo das proteínas, dos carboidratos e das gorduras. Sem essas substâncias, não aconteceria a decomposição e assimilação dos alimentos. Certas vitaminas participam da formação de células do sangue, hormônios, substâncias químicas do sistema nervoso e de materiais genéticos.

Os carboidratos são os principais responsáveis por fornecerem energia na maioria das dietas humanas. Os alimentos ricos em glicídios são mais baratos e abundantes em comparação com aqueles com alto teor de proteína e gorduras. Os carboidratos são queimados durante o metabolismo para produzir energia, liberando dióxido de carbono e água.

TIPOS DE ALIMENTOS

Embora mais escassas do que os carboidratos, as gorduras produzem mais do que o dobro de energia. Por serem um combustível compacto, os lipídios conseguem ficar bem armazenados para futura utilização, caso haja uma redução no consumo de carboidratos.

Os alimentos podem ser classificados em pães e cereais; leguminosas e legumes; tubérculos e raízes; frutas e verduras; carne; pescado; ovos; leite e derivados; gorduras e óleos e doces e balas.

Os pães e cereais são ricos em amido e constituem uma fonte fácil e direta de calorias.

Os legumes ou leguminosas também são ricos em amido, mas proporcionam muito mais proteínas do que os cereais ou tubérculos. A proporção e o tipo de aminoácido dos legumes são semelhantes aos da carne.

Os tubérculos e as raízes comestíveis são ricos em amido e têm pouca proteína, mas proporcionam grande variedade de vitaminas e sais minerais.

As frutas e verduras são uma fonte direta de muitos sais minerais e vitaminas ausentes nas dietas de cereais. Destacam-se a vitamina C dos cítricos e a vitamina A, procedente do caroteno das cenouras e verduras com folha.

A carne, o pescado e os ovos proporcionam todos os aminoácidos essenciais de que o corpo necessita para formar suas próprias proteínas.

O leite e seus derivados (o queijo, iogurte e os sorvetes) têm abundância de proteínas, fósforo e, em especial, cálcio. O leite também é rico em proteínas.

As gorduras e óleos têm alto teor de calorias, mas contêm poucos nutrientes.

Os doces e balas são compostos de mais de 75% de açúcar e também contêm poucos nutrientes.

RECOMENDAÇÕES DIETÉTICAS

Em relação à nutrição humana, os cientistas recomendam o seguinte: comer alimentos variados; manter o peso ideal; evitar o excesso de gorduras e óleos; gorduras saturadas e colesterol; comer alimentos com teores suficientes de amido e fibras; evitar o excesso de açúcar e sal e, no caso de ingerir bebidas alcoólicas, fazê-lo com moderação.

Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Marcadores:

sábado, 22 de novembro de 2008

Espiritismo

Espiritismo

Espiritismo é a doutrina segundo a qual os mortos podem entrar em contato com os vivos, geralmente através de um clarividente ou médium.

Ainda que o espiritismo seja praticado, sob uma forma ou outra, desde tempos remotos, o espiritismo moderno é um conjunto de princípios e leis codificados por Allan Kardec, no século XIX, através dos livros O livro dos espíritos, O livro dos médiuns e O evangelho segundo o espiritismo, entre outros. O espiritismo acredita em Deus, considera Jesus Cristo um espírito perfeito e prega que a moral cristã, contida no evangelho, é um roteiro seguro para evolução espiritual de toda a humanidade.

A doutrina espírita ensina que a mediunidade é um dom de nascença, outorgado a algumas pessoas. Este dom pode, ou não, ser desenvolvido e, quando o é, auxilia o espirito do médium a se purificar. Uma sessão de espiritismo, na qual o médium tenta entrar em contato com os mortos, é precedida de hinos e orações. Falando com freqüência e, embora não seja imprescindível, em estado de transe, o médium transmite mensagens de consolo e saudação dos parentes e amigos mortos.

O espiritismo prega que os espíritos redimem seus erros de uma vida, reencarnando em outra. Para alcançar a purificação, precisam passar por várias encarnações que lhes vai eliminando os carmas, ou culpas, acumulados. No final de sucessivas encarnações, um espirito alcança a felicidade perfeita, não precisando mais habitar um corpo terreno.

Marcadores:

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Fireshot Para IE

Marcadores:

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Elaboração e conservação dos Alimentos

Alimentos, Elaboração e conservação dosNa Elaboração e conservação dos Alimentos, mecanismos empregados para proteger os alimentos contra os micróbios e outros agentes responsáveis por sua deterioração e permitir seu consumo futuro. Os alimentos conservados devem manter aspecto, sabor e textura apetitosos, assim como seu valor nutricional original.

Entre os agentes que podem destruir as características da comida fresca estão as bactérias, os fungos e as enzimas. O oxigênio da atmosfera também pode reagir com componentes dos alimentos, que se tornam rançosos ou mudam sua coloração natural.

A embalagem, o congelamento e a desidratação são as técnicas mais utilizadas para conservar os alimentos. O processo de embalagem recebe às vezes o nome de esterilização, porque os alimentos são submetidos a um tratamento por calor, que elimina todos os microorganismos que podem estragá-los, bem como aqueles que podem ser prejudiciais à saúde, como bactérias patogênicas e as que produzem toxinas letais.

A conservação de alimentos em grande escala por congelamento teve início no final do século XIX com o surgimento da refrigeração mecânica. A refrigeração conserva os alimentos, impedindo a multiplicação de microorganismos. Esse método de conservação é um dos mais utilizados em uma grande variedade de alimentos, como os produtos de confeitaria e padaria, sopas e comidas pré-cozidas.

Os termos secagem e desidratação se aplicam à eliminação da água dos alimentos. Em tecnologia dos alimentos, secagem refere-se à dessecação natural, como a que se obtém expondo a fruta à ação do sol, e desidratação designa a secagem por meios artificiais, como uma corrente de ar quente. Na secagem por congelamento ou liofilização, alimentos congelados são submetidos à ação do vácuo em uma câmara especial, até que se retire a maior parte de seu conteúdo em água.

É possível usar outros métodos ou combinações de métodos para conservar os alimentos. A salga do peixe e do porco é uma prática muito antiga. O sal penetra nos tecidos e, para todos os efeitos, fixa a água, inibindo assim o desenvolvimento de bactérias. Outro método muito empregado é a defumação, utilizado muitas vezes para a conservação do peixe, do presunto e das salsichas. Neste caso, parte da ação preservadora deve-se a agentes bactericidas presentes na fumaça, assim como à desidratação produzida no processo. O açúcar, um dos principais ingredientes dos doces em pasta e das geléias, é outro agente conservador. A fermentação produzida por certas bactérias que geram ácido lático é a base da conservação do chucrute e das salsichas fermentadas.

Entre as novas técnicas experimentais, figuram o uso de antibióticos e a exposição dos alimentos à radiação nuclear, embora a preocupação do público com relação à segurança da radiação tenha limitado seu uso em grande escala.

Marcadores:

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

COMO REZAM AS DIFERENTES RELIGIÕES DO MUNDO?

A prece é um elemento universal da espiritualidade humana, encontrada em todas as tradições religiosas. Cada uma delas segue seus próprios rituais, mas o objetivo é o mesmo: comunicar-se com a divindade, em uma atitude de devoção e máximo respeito. "Antes mesmo de existirem sistemas de crença constituídos, o ser humano proferia palavras de apelo ao Criador, sempre com o sentido mágico de obter paz interior e alívio para o sofrimento", diz a antropóloga Liana Maria Sálvia Trindade, da Universidade de São Paulo (USP), especializada no estudo das religiões. Conforme a doutrina, o rito pode incluir ainda adereços especiais. No Judaísmo, por exemplo, é obrigatório o uso do solidéu.
"O homem tem que ser humilde diante de Deus, jamais pode mostrar a cabeça dentro da sinagoga ou quando reza", diz o rabino Yekuda Busquila, da Congregação Israelita de São Paulo. Os muçulmanos, por sua vez, pedem graças ao Criador depois de rezar, ato que, entre eles, obedece a uma série de regras. O fiel tem que orar sempre voltado para a Meca, cidade da Arábia Saudita onde está seu principal santuário. Além disso, só é permitido rezar em locais limpos, daí a utilização de um pequeno tapete. "Ele pode ser carregado para qualquer parte e é uma garantia de que se está rezando sobre um local puro, já que o dono do tapete sabe que ele está limpo", explica o xeique Ali Abdune, presidente da Assembléia Mundial da Juventude Islâmica. Já no Catolicismo, o ritual pode ser feito tanto em particular quanto na igreja, durante a missa. Ao final da prece, é obrigatório fazer o sinal da cruz. "Jesus Cristo ensinou assim e por isso devemos seguir esse preceito", afirma o padre Eduardo Coelho, da Arquidiocese de São Paulo.

No Budismo, a oração busca não só aproximar o homem de uma realidade superior, como ajudar o praticante a desenvolver qualidades típicas do Buda como a calma, a alegria e o amor. "É uma forma de trazer bênçãos protetoras para o dia-a-dia, apesar de nem todas as vertentes do Budismo adotarem a prece", diz Peter Harvey, professor de Estudos Budistas da Universidade de Sunderland, na Inglaterra.

Sua religião-mãe, o Hinduísmo, também não prevê uma forma única de orar. Para eles, a prece é importante, mas não obrigatória. "Nessa conversa mental com a divindade, o hindu fecha os olhos para que todos os seus sentidos fiquem voltados para seu mundo interior. Assim, ele pode ascender a patamares mentais superiores", afirma Swami Nirmalatmananda, presidente do templo Hama Krishna Vedanta, em São Paulo.

Apelo ao divino

BUDISTAS
Tanto em casa quanto no templo, a prece é feita diante de um relicário com a imagem de Buda, cercado de velas, incenso e flores. Para rezar, o budista junta as mãos, se ajoelha e se curva três vezes diante da imagem. Depois, faz as oferendas (flores, velas e alimentos), que simbolizam o ciclo da vida, a luz dos ensinamentos e a gratidão



CATÓLICOS

A religião contém duas orações básicas; o Pai Nosso e a Ave Maria. Muitas vezes, o fiel reza com o rosário de 165 contas, correspondente a 15 vezes a primeira prece e 150 a segunda. Ao terminar, faz o sinal da cruz. O católico geralmente reza ajoelhado, com as mãos unidas



JUDEUS

As preces estão na chamada Torá, o livro sagrado do Judaísmo, e podem ser seguidas pelo pedido de perdão, feito diretamente a Deus, sem intermediários. Sentado no banco da sinagoga, cada fiel tem seu próprio livro de orações. Conforme a seqüência de preces, ele alternadamente levanta-se e se ajoelha, depois volta a sentar. Os homens têm de usar uma pequena touca, o solidéu, em sinal de respeito a Deus



HINDUÍSTAS

Não existem regras no Hinduísmo, mas em geral o devoto reza sentado sobre uma almofada na famosa posição de lótus: com as pernas cruzadas e a coluna e a cabeça eretas. Antes de iniciar a prece, ele fecha os olhos e coloca as mãos sobre as pernas. Alguns usam um rosário de 108 contas



MUÇULMANO

O fiel deve rezar todo dia em cinco horários: 5:00, 12:30, 16:00, 18:30 e 20:00. Para isso, ele entra na mesquita sem sapatos e se encaminha à Sala de Oração, que ocupa a ala de um jardim aberto. No centro do jardim, fica o poço de purificação, para ele se lavar antes da prece. No muro que dá para Meca há um nicho, o mihab, que indica a direção para a qual se deve rezar. Durante a oração, o fiel se inclina para a frente, prostrado no chão, em sinal de respeito ao Criador. A testa toca o tapete especial para esse ritual (cada um deve ter o seu e cuidar de mantê-lo sempre bem limpo)

Marcadores:

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Quick Time Pro Serial

Marcadores:

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Wallpaper - "Arlequim" Carmela Gross


"Arlequim" Carmela Gross, upload feito originalmente por ARTExplorer.

Marcadores:

domingo, 16 de novembro de 2008

Motorola MOTO Q

Marcadores:

sábado, 15 de novembro de 2008

Suco de Abacaxi

ngredientes:

  • 1 fatia(s) de abacaxi
  • 1 1/2 copo(s) de água gelada(s)
  • quanto baste de açúcar União

Preparação:

Bata os dois primeiros ingredientes no liquidificador. Coe, adoce e sirva. 

Rendimento:

2 porções

Marcadores:

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Estilo Musical: Tecnobrega

Tecnobrega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Tecnobrega é um gênero musical popular do estado do Pará surgido no verão paraense (que ocorre nos meses de JunhoJulho e Agosto) de 2002.

Tem como característica festas das aparelhagens com DJ's, produtores caseiros e venda alternativas de CD's através de camelôs, para uma difusão mais rápida das músicas e de acordo com o artista. Mistura ritmos como CarimbóSiriáLundu e outros gêneros populares como o Calypso ribeirinho além de guitarradas, sintetizadores e batidas eletrônicas.

Marcadores:

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Dica: Suco de Laranja com Abacaxi e Hortelã

Ingredientes:
1 abacaxi médio descascado
colheres  (sopa) de folhas hortelã
200ml de suco de laranja
20ml de água gelada
adoçante a gosto

Preparo:
Corte o abacaxi em pedaços. Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por 2 minutos. Coe, adoce e enfeite com folhas de hortelã.

Marcadores:

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Cidades Brasileiras: Salto/SP.

Marcadores:

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Linguagem Java

java

É a linguagem de programação criada pela Sun Microsystems que permite a criação de programas de computador versáteis, que atendam a qualquer necessidade. É ideal para o desenvolvimento de software para a WWW, pois um mesmo programa escrito em Java pode ser executado em computadores de padrões diversos, o que em informática é conhecido como portabilidade.

A linguagem Java foi desenvolvida com base na linguagem C++, sendo muito semelhante a ela. Foi projetada seguindo os paradigmas da orientação a objetos, com todas suas vantagens.

Devido à portabilidade, os programas escritos em Java, quando gerados, não são convertidos para o conjunto de instruções de nenhum processador específico. Eles são traduzidos em um formato intermediário e universal. Para executar este código a máquina deverá conter um interpretador que converterá o formato intermediário para o conjunto de instruções específicos daquele equipamento.

A linguagem de programação Java também pode ser usada na criação de applets, que são pequenos trechos de programação incluídos no meio das instruções em HTML, sendo estes interpretados e executados pelo computador no momento em que a página Web é carregada na máquina do usuário.

Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Marcadores:

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Psicologia experimental


Psicologia experimental é a  aplicação de técnicas de laboratório para estudar o comportamento e fenômenos psíquicos como a percepção, memória, pensamento e aprendizagem.

O fisiólogo Wilhelm Wundt fundou o primeiro laboratório psicológico, para descobrir as sensações que provocavam nos indivíduos uma série de estímulos sistematicamente controlados. Wundt dominou neste campo até princípios do século XX, quando os métodos introspectivos em psicologia foram depreciados.

A psicologia experimental engloba, desde seu início, diferentes métodos e pontos de vista, o que permitiu encontrar diversas aplicações práticas na indústria, na educação e na terapia.

As inquietudes sobre fenômenos como a percepção, a memória e a aprendizagem persistem, mas se complementam com enfoques fisiológicos e o uso de procedimentos estatísticos para demonstrar experiências e analisar dados, apoiados, hoje, pela tecnologia da informática.

Marcadores:

domingo, 9 de novembro de 2008

O Pensador

Marcadores:

sábado, 8 de novembro de 2008

Jô Soares - Entrevista

Marcadores:

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Sucos Saudáveis

  1. Cenoura
  2. Cenoura c/ Beterraba
  3. Beterraba
  4. Beterraba c/ Cenoura
  5. Cenoura c/ Laranja
  6. Laranja
  7. Laranja c/ Beterraba

Marcadores:

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Terrores na literatura

 

A arquitetura nascida na França medieval tornar-se-ia, seis séculos depois, cenário dos chamados romances góticos, gênero literário inaugurado pelo inglês Horace Walpole, em O Castelo de Otranto (1765), ambientado em sombrias e sinistras ruínas de pedra. O estilo ganhou esse nome justamente por suas histórias se passarem em antigas construções cheias de passagens secretas, paredes falsas e armadilhas subterrâneas. Outros clássicos do gênero são Vathek (1786), de William Beckford, Os Mistérios de Udolfo (1794) e O Italiano (1797), ambos de Ann Radcliffe. Além de influenciar mestres como Edgar Allan Poe, Charles Dickens, Nathaniel Hawthorne e as irmãs Brönte, o estilo atingiu seu auge criativo no chamado pós-gótico dos célebres Frankenstein (1818), de Mary Shelley, e Drácula (1897), de Bram Stoker. Assim nasceu, portanto, a história de terror.

Marcadores:

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Quadriga - Duplo clique na imagem para melhor visualização

Marcadores:

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Significado da letra D

Quarta letra dos alfabetos que procedem do grego e do latim. Seu nome é "de". Teve sua origem em um hieróglifo egípcio que representava uma mão. Quando os fenícios o adotaram, este signo recebeu o nome de daleth, ou "porta", por ser parecido com a abertura de uma tenda de campanha.

Marcadores:

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Jardim Zen de Ryoanji


Jardim Zen de Ryoanji, upload feito originalmente por uguisu17.

Marcadores:

domingo, 2 de novembro de 2008

Criador de "Kassabão" já pensa em bonecos de Serra e Afif para 2010

 

Não é só nos bastidores políticos que as eleições de 2010 já são delineadas. O criador do "Kassabão", boneco gigante que ajudou na campanha vitoriosa à reeleição do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), diz já ter pedidos para criar, em 2010, bonecos gigantes do atual governador José Serra (PSDB) e do secretário estadual Guilherme Afif Domingos (DEM).
Ricardo Nazário, que desenvolve produtos de marketing político, o "pai" do "Kassabão", diz que seu produto fez tanto sucesso que ele já tem encomendados novos bonecos para os prováveis candidatos tucanos e democratas das próximas eleições.
Neste ano, além do "Kassabão", o empresário criou outros 11 bonecos para candidatos e padrinhos políticos -como um do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, feito para a campanha de Serafim Corrêa, em Manaus.
"Não fiz bonecos para candidatos do PT, mas "Lulões", sim", diz ele, traduzindo em negócios o descolamento do presidente da República de seu partido nas eleições.
Além de São Paulo, seus gigantes cheios de ar foram usados em outra capital, Manaus, e em cidades do interior de São Paulo, como Campinas, Ilhabela e Araras.
Restrições
A idéia surgiu porque a Lei Eleitoral passou a proibir banners e brindes como bonés -material que Nazário fazia- e ele precisava modificar os produtos que oferecia para campanhas, seu principal ganha-pão.
Em uma visita a uma feira de marketing, viu um urso polar gigante fabricado por uma empresa que confeccionava mascotes e pensou em criar réplicas gigantes de políticos. Como modelo, encomendou um Jânio Quadros. Chegar a um boneco semelhante ao candidato foi responsabilidade da empresa de Luis Spalda Alves, que nunca havia trabalhado com produtos de marketing político.
Na campanha de Kassab, a entrada do "Kassabão" não foi fácil, relata Nazário. Ele sugeriu uma imitação não do próprio Kassab, mas do "Kassabinho", o bonequinho criado pelo marqueteiro Luiz González para o programa eleitoral de TV e material de divulgação.
"O marqueteiro não gostou, achou que poderia não ficar bem. Mas até o prefeito adorou o boneco, quando o viu", conta ele.

Marcadores:

sábado, 1 de novembro de 2008

Planos de Fundo Para PPS

Marcadores: