quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

A ùltima charge do ano

Marcadores:

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Anedota: Los Amigos

Três amigos conversam:

— Meu filho está muito bem, é um grande construtor... Está tão bem que acaba de dar uma casa de presente a um amigo!

O segundo emenda:

— O meu garoto é muito bem-sucedido. Já é dono de várias concessionárias e até deu um Mercedes pra um amigo no mês passado.

— E o meu! — disse o terceiro — É dono de um haras enorme e presenteou seu melhor amigo com um puro-sangue campeão!

Com a chegada de outro amigo, o filho do dono do haras diz:

— Estávamos falando sobre nossos filhos. O que tem feito o seu?

— Ah, o meu filho é gay... Faz strip-tease e programas!

Os amigos ficam horrorizados mas o pai do gay nem se abala.

— Você não se importa? — pergunta um dos amigos.

— Eu não! Ao contrário. Só no últimos meses ele ganhou uma casa, um carro zero e um puro-sangue dos três namorados.

Marcadores:

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Para alegrar o fim do ano

Marcadores:

domingo, 28 de dezembro de 2008

Humorado: Placa do Oculista

Marcadores:

sábado, 27 de dezembro de 2008

Foto do Mês

Marcadores:

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Download: FreeStudio

Marcadores:

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Foto Montagem

Marcadores:

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

PDF: Consórcio Auto Itaú

Marcadores:

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Charge da Quinzena: Exame de Próstata

Marcadores:

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Download: Backup Outlook (Pasta PST)

Marcadores:

domingo, 21 de dezembro de 2008

E-Mail Maldoso

Um casal decide passar férias numa praia do Caribe, no mesmo hotel onde passaram a lua de mel há 20 anos atrás.

Por problemas de trabalho, a mulher não pode viajar com seu marido, deixando para ir uns dias depois.

Quando o homem chegou e foi para seu quarto do hotel, viu que havia um computador com acesso a internet. Então decidiu enviar um e-mail a sua mulher, mas errou uma letra sem se dar conta e o enviou a outro endereço...

O e-mail foi recebido por uma viúva que acabara de chegar do enterro do seu marido e que ao conferir seus e-mails desmaiou instantaneamente.

O filho, ao entrar na casa, encontrou sua mãe desmaiada, perto do computador, onde na tela poderia se ler:
— Querida esposa: Cheguei bem. Provavelmente se surpreenda em receber noticias minhas por e-mail, mas agora tem computador aqui e pode enviar mensagens às pessoas queridas. Acabo de chegar e já me certifiquei que já está tudo preparado para você chegar na sexta que vem. Tenho muita vontade de te ver e espero que sua viagem seja tão tranquila como a minha.

Obs: Não traga muita roupa, porque aqui faz um calor infernal!

----------------
Now playing: Isao Tomita - The Planets
via FoxyTunes

Marcadores:

sábado, 20 de dezembro de 2008

PPS: Plano de Negócio

Marcadores:

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Pérolas do ENEM

1) “o problema da amazônia tem uma percussão mundial. Várias Ongs já se estalaram na floresta.” (e levaram o disco da Xuxa onde ela canta “Brincar de Índio”)

02) “A amazônia é explorada de forma piedosa.” (…)

03) “Vamos nos unir juntos de mãos dadas para salvar o planeta.” (o mundo tem mais um Capitão Planeta?)

04) “A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e créu.” (velocidade 5 do créu!)

05) “Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta.” (pra deixar bem claro o tamanho da destruição)

06) “O grande excesso de desmatamento exagerado é a causa da devastação.” (pleonasmo é lei!)

07) “Espero que o desmatamento seja instinto.” (…)

08) “A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo.” (os animais extintos também merecem uma cerveja para comemorar quando o ar estiver limpo)

09) “A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta.” (noffa)

10) “Tem empresas que contribui para a realização de árvores renováveis.” (todo mundo na vida tem que ter um filho, escrever um livro, e realizar uma árvore renovável)

11) “Animais ficam sem comida e sem dormida por causa das queimadas.” (esqueceu que também ficam sem o home theater e os dvd’s da coleção do Chaves)

12) “Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna.” (amém)

13) “Os desmatadores cortam árvores naturais da natureza.” (e as renováveis?)

14) “A principal vítima do desmatamento é a vida ecológica.” (deve ser culpa da morte ecológica)

15) “A amazônia tem valor ambiental ilastimável.” (ignorem, por favor)

16) “Explorar sem atingir árvores sedentárias.” (peguem só as que estiverem fazendo caminhadas e flexões)

17) “Os estrangeiros já demonstraram diversas fezes enteresse pela amazônia.” (ÃHN?)

18) “Paremos e reflitemos.” (beleza)

19) “A floresta amazônica não pode ser destruída por pessoas não autorizadas.” (onde está o Guarda Belo nessas horas?)

20) “Retirada claudestina de árvores.” (caraulio!)

21) “Temos que criar leis legais contra isso.” (bacana)

22) “A camada de ozonel.” (Chris O’Zonnell?)

23) “a amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor.” (a solução é colocar a o pessoal da Zorra Total pra cortar árvores)

24) “A cada hora, muitas árvores são derrubadas por mãos poluídas, sem coração.” (…)

25) “A amazônia está sofrendo um grande, enorme e profundíssimo desmatamento devastador, intenso e imperdoável.” (campeão da categoria “o mais enchedor de lingüiça”)

26) “Vamos gritar não à devastação e sim à reflorestação.” (NÃO!)

27) “Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises.” (gênio da matemática)

28) “A natureza está cobrando uma atitude mais energética dos governantes.” (red bull neles - dizem as árvores)

29) “O povo amazônico está sendo usado como bote expiatório.” (ótima)

30) “O aumento da temperatura na terra está cada vez mais aumentando.” (subindo!)

31) “Na floresta amazônica tem muitos animais: passarinhos, leões, ursos, etc.” (…)

32) “Convivemos com a merchendagem e a politicagem.” (que burragem)

33) “Na cama dos deputados foram votadas muitas leis.” (imaginem as que foram votadas no banheiro deles!)

34) “Os dismatamentos é a fonte de inlegalidade e distruição da froresta amazonia.” (oh god!)

35) “O que vamos deixar para nossos antecedentes?” (dicionários)

36) “A fiscalisação tem que ser preservativa.” (lerê-lerê)

37) “Não podem explorar a Amazônia de maneira tão devassaladora.” (neologismo pra devastadora + avassaladora)

Marcadores:

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Animação da Semana

Marcadores:

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Download: Manual de Instruções do i617 Samsung Mobile

Marcadores:

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Ria!

Marcadores:

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Humor do Dia

Marcadores:

domingo, 14 de dezembro de 2008

Download: AT Notes

Marcadores:

sábado, 13 de dezembro de 2008

EXISTEM OUTROS ANIMAIS QUE SORRIEM, ALÉM DO HOMEM?

Existem, sim, mas não se trata de uma expressão de alegria, como o riso humano. O sorriso animal se limita a movimentos da face e ruídos vocais provocados por alguma atividade descontraída. "Os ratos, por exemplo, emitem vocalizações ultra-sônicas, inaudíveis para os ouvidos humanos, quando estão brincando de rolar no chão", diz a psicobiologista Sílvia Helena Cardoso, da Unicamp, especialista no assunto. Algumas pesquisas sugerem que os cachorros também são capazes de algo parecido, produzindo um som ofegante, diferente do seu estado normal ou de quando estão atacando. Mas são os macacos - principalmente os chimpanzés - que têm um riso mais parecido com o nosso, escancarando a boca e mostrando os dentes. O objetivo da risada deles, entretanto, não é demonstrar alegria, mas amizade e descontração.
"Eles fazem isso quando estão brincando ou em situações relaxadas", afirma o psicólogo César Ades, da USP, especializado em comportamento animal. Já a hiena é incapaz de sorrir. Embora tenha se tornado famosa por emitir um som parecido com uma gargalhada, ele nada tem a ver com riso ou simpatia. Ao contrário, pode até ser uma forma de intimidar o adversário.

Marcadores:

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

MotoQ - Guia do Usuário

Marcadores:

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

OS MELHORES MOMENTOS DO PÂNICO NA TV

O mundinho da televisão entrou, literalmente, em pânico. Ninguém levou muito a sério um programa que estreou em setembro do ano passado na Rede TV!. Mas, após sua primeira temporada no ar, o Pânico na TV está dando uma baita dor de cabeça para as emissoras concorrentes e para os famosos em geral. As outras redes temem a audiência do programa, que já alcançou picos de 12 pontos no ibope, igualando-se ao Domingo Legal, do SBT. Já as celebridades são as vítimas preferidas do grupo de apresentadores, imitadores e repórteres sacanas que fazem o pirado show na Rede TV!.

O humor quase sem limites do grupo nasceu na rádio Jovem Pan, em São Paulo, e agora pode ser conferido ao vivo na televisão aos domingos, a partir das 18h30. Os integrantes oficiais do Pânico são nove, mas esse time é ainda ajudado por vários coadjuvantes - uma trupe que reúne de anões a malucos que, entre outras proezas, atravessam avenidas movimentadas de patins.

Da infinidade de quadros e situações já armadas pelo Pânico nesses 15 meses de programa, a gente escolheu os dez momentos mais hilários. Ou bizarros, vai saber.



10. "O mocinho morre no final"

Quadro: Crítica de filmes

Quem detona: Bola

Vítimas: Globo e SBT

A sacanagem é simples e se repete todos os domingos. Mas é tão bem bolada que ganhou um lugar no nosso ranking. Quando o programa está chegando ao fim, Bola é chamado para comentar os filmes que serão exibidos na mesma noite pelo SBT e a Rede Globo. A crítica é quase sempre a mesma: "Não perca tempo. É um lixo!" Mas o comentário, na verdade, é só uma deixa para sempre entregar o que acontece no final dos filmes.



9. Sexo animal

Reportagem: Inseminação artificial

Quem detonou: Sabrina Sato

Vítimas: A vaca e o telespectador (o porco se deu bem!)

Esta foi a "melhor reportagem" da gata Sabrina, que pôs a mão na massa. Ou, no caso, no pênis de um porco para colher seu sêmen... Ainda em nome da ciência, ela enfiou metade do braço na vagina de uma vaca para saber como é feita uma inseminação artificial. Tudo isso, claro, recheado de pérolas da musa, como dizer que estava "fazendo amor com a vaca" e perguntar se o porco "não tem vergonha de (estar) todo mundo olhando".



8. Pânico Urgente

Reportagem: Morte ao vivo na TV

Quem detonou: Carioca, como "Gil Gomes 1 e 2"

Vítima: Programas policiais

Foi uma reportagem emocionante. Num helicóptero, "Gil Gomes" filmou um Opala atropelando um velhinho e perguntou: "Morreu?" Lá embaixo, num motolink, um outro Gil Gomes (também interpretado pelo Carioca) respondeu: "Não". "Então atropela de novo!", ordenou o Gil 1. O Opala deu marcha à ré e voltou a atropelar o velhinho. Nada de ele morrer. "Chama a produção", pediu Gil 1. A pauladas, a produção acabou com o velhinho, enquanto Gil 1 festejava, numa grande sátira aos programas policiais.



7. Entrada triunfal

Reportagem: Chegada de "Marlene Mattos" na TV Bandeirantes

Quem detonou: Repórter Vesgo e a sósia da Marlene

Vítima: TV Bandeirantes

Marlene Mattos entrou com tudo na Band e não deu certo. Mas para o Pânico "entrar com tudo" bastava. Eles invadiram a sede da emissora com uma sósia da empresária. Ela e o Repórter Vesgo chegaram numa van. "É a equipe da Marlene", anunciaram. Os seguranças da portaria não pensaram duas vezes e deixaram a van entrar. Pelos corredores e estúdios da Band, a dupla cruzou com técnicos e jornalistas. E o pior: muitos acharam realmente estar diante da nova mandachuva da emissora. Sensacional!



6. Domingão do apagão

Quadro: Soneca no final do programa

Quem detonou: A equipe toda

Vítima: Rede TV!

O tempo na TV é algo religioso, que deve ser seguido à risca. Ok, mas vai dizer isso aos caras... "Nos restam alguns minutos e não temos mais o que botar no ar", disse Emílio, num domingo no último mês de setembro. Ora, o que fazer? Simples: apagaram-se as luzes do estúdio, todos deitaram e... dormiram. Ao vivo! Tudo bem, fingiram, mas não é sempre que um programa fica 7 minutos em silêncio. Indiretamente, foi um protesto original contra a minguada grana que a Rede TV! oferece para produzir o programa.



5. O príncipe e os plebeus

Quadro: Dia de Tristeza na rua 25 de Março

Quem detonou: Mendigo e Vinícius Vieira, como "Quietinho"

Vítima: Chiquinho Scarpa

O quadro é uma paródia do Dia de Princesa, do pagodeiro Netinho. Mendigo e "Quietinho" levaram o playboy Chiquinho Scarpa à popular rua 25 de Março, em São Paulo. Eles foram de "limusine": um Uno caindo aos pedaços com uma galinha dentro... No passeio, Scarpa passou por uma "transformação" num cabeleireiro popular, comeu churros e churrasco grego. Mas a costela com farofa num boteco foi demais: ele cuspiu assim que pôs na boca!



4. Meu peru amarelinho

Quadro: Imitação do Gugu

Quem detonou: Vinícius Vieira, como "Gluglu"

Vítima: Gugu Liberato

O quarto melhor momento do Pânico ficou com a impagável imitação que Vinícius Vieira faz de Gugu Liberato. A exclamação "Olhaaaa!", dita com a boca cheia, já virou mania entre as crianças. Vinícius garante ter ficado sabendo que o apresentador do SBT se diverte com o personagem. Difícil acreditar, pois um dos pontos altos da imitação são as frases de duplo sentido que brincam com a sexualidade de Gugu. Será que o apresentador do SBT tá levando essa gozação toda numa boa mesmo?



3. Festa de arromba

Reportagem: Festa do "Clô"

Quem detonou: Ceará, como "Clô"

Vítima: Clodovil

Mesmo sendo um "colega de emissora", o apresentador Clodovil é a vítima número 1 do Pânico, o que o levou a pedir demissão da Rede TV! por causa das zoeiras. Sabendo do fracasso que foi uma festa de aniversário do apresentador, o pessoal não perdoou e "refez" a comemoração do "Clô", brilhantemente interpretado pelo Ceará. Na festa versão Pânico todo mundo apareceu: do "Gluglu" ao "Caubi Peixoto" (Carioca), que deu de presente para o apresentador um pega-varetas... "Faustão" (Vinícius) também apareceu, levando uma caixinha de presente e perguntando ao anfitrião: "Você quer ver dentro? Só depois dos reclames. Ô loco, meu!" Até o Repórter Vesgo conseguiu invadir e bagunçar tudo. Sem dúvida, um sucesso muito maior que a festa original.



2. A bela que tambEm E fera

Quadro: Sandálias da Humildade

Quem detonou: Repórter Vesgo e Ceará, como "Silvio Santos"

Vítima: Luana Piovani

Sempre saiu faísca dos encontros da dupla Repórter Vesgo e "Silvio Santos" (Ceará) com Luana Piovani. Se ela já não é chegada a uma entrevista normal, imagine então com esses caras... O Vesgo, por exemplo, já foi enxotado, aos berros de "sai daqui, moleque!", após beijar o ombro da atriz. Para "homenagear" o mau humor da bela, a turma do Pânico criou o prêmio Sandálias da Humildade - para as celebridades que precisam descer do salto alto. Vesgo e "Silvio" perseguiram Luana num evento no Rio para entregar o tal prêmio e, depois de muito implorarem, conseguiram. Será mesmo? Ao som da música "Aleluia", apareceram os pés de uma mulher vestindo as sandálias douradas, mas vai saber se as pernas eram da atriz. No final do evento, Vesgo e Luana se deram os dedinhos. Amigos? Nem tanto. Segundos depois, ela bufou: "Agora você pode soltar o meu dedo?"



1. A inesquecIvel "Festa de Cagas"

Reportagem: Festa de 10 anos da revista Caras

Quem detonou: Repórter Vesgo e Ceará, como "Silvio Santos"

Vítima: Quem apareceu na frente dos dois!



A parte mais fácil de fechar esta lista com os dez melhores momentos do Pânico na TV foi escolher o primeiro lugar. A cobertura que o Repórter Vesgo e "Silvio Santos" fizeram da festa de aniversário da revista Caras, em abril deste ano, é imbatível. A dupla não perdoou nenhum convidado que passou pelo tapete vermelho na entrada do Teatro Municipal, em São Paulo. Quer uma amostra?

- Os dois sem-noção saudaram a ex-musa da Jovem Guarda, Wanderléa, com entusiasmo: " Elba Ramalho!" A cantora, totalmente sem graça, tentou desfazer o "equívoco"

- A socialite carioca Vera Loyola quis saber para onde era a entrevista. " É para o Fantástico", respondeu o Vesgo, que ainda soltou: "Você parece um poodle"...
- Nem o governador de São Paulo escapou ileso. Na passagem dele, "Silvio" fez um trocadilho: "Geraldo, você tem ouvido Walkman?" Isso sem contar a gozação em cima dos penteados das mulheres ("Essa veio de moto sem capacete") e o selinho que Vesgo roubou da boca da Xuxa - comemorado ao som de Ila-Ila-Ilariê. A dupla realmente estava no seu dia mais inspirado. Azar das celebridades. Sorte dos telespectadores.


Mergulhe nessa




Na Internet:
www.redetv.com.br


Os nove que são 10!




Emilio Surita

Apresentador e líder do programa no rádio e na TV



Marcos Chiesa (Bola)

É o provocador, o mal-humorado do grupo



Wellington Muniz (Ceará)

É o apresentador "Silvio Santos" e o "Clô" (Clodovil)



Vinicius Vieira

É o "Gluglu" (Gugu), o "Quietinho" (Netinho), o "Faustão"



Marvio Lucio (Carioca)

É o "Gil Gomes", o "Ney Matogrosso", o "Caubi Peixoto"



Rodrigo Scarpa

Interpreta o Repórter Vesgo, especialista em entrevistar celebridades



Carlos Alberto da Silva

Faz o papel do Mendigo



Sabrina Sato

A ex-musa do Big Brother faz reportagens "arriscadas"



Marcos Aguena (Japa)
Faz o repórter Carlos Caramujo, que adora entrevistas nonsense


Melhor que o original




Uma das especialidades da turma do Pânico na TV são as imitações que eles fazem. A gente agora quer saber qual é a melhor delas na sua opinião. Vote no site da revista (www.mundoestranho.com.br). Na próxima edição, a gente conta algumas curiosidades sobre a imitação mais votada pelos leitores.

a) "Clô"

b) "Gil Gomes"

c) "Gluglu"

d) "Faustão"

e) "Quietinho"
f) "Silvio Santos"

Marcadores:

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

QUAL É A ORIGEM DA ÁRVORE DE NATAL?

Enfeitar árvores é um ritual antiqüíssimo, presente em praticamente todas as culturas e religiões pagãs, para celebrar a fertilidade da natureza. Os primeiros registros de sua adoção pelo cristianismo vêm do norte da Europa (terra dos pinheiros, a árvore de Natal clássica), no começo do século XVI - mas tudo indica que, a essa altura, já era uma tradição medieval. No antigo calendário cristão, o dia 24 de dezembro era dedicado a Adão e Eva, cuja história costumava ser reencenada nas igrejas. "O paraíso era representado plasticamente por uma árvore carregada de frutos, colocada no meio da cena teatral", afirma o teólogo Fernando Altermeyer, da PUC-SP.

As pessoas, então, passaram a montar essas alegorias em suas casas, com árvores cada vez mais decoradas: de velas (simbolizando a luz de Cristo), estrelas (alusão à estrela de Belém) e rosas (em homenagem à Virgem Maria) até hóstias (pedindo perdão pelos pecados). Nos séculos XVII e XVIII, o hábito se tornou tão popular entre os povos germânicos que eles mesmos o creditaram a seu maior líder religioso, Martinho Lutero (1483-1546), fundador do protestantismo. A árvore de Natal só se difundiu pelo resto do planeta a partir de 1841, quando o príncipe Albert (1819-1861) - esposo alemão da rainha Vitória - montou uma delas no palácio real britânico. Na época, o império vitoriano dominava mais de meio mundo e o costume logo se tornou universal.

Marcadores:

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

3D Windows XP

Marcadores:

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Casseta & Planeta Urgente

Marcadores:

domingo, 7 de dezembro de 2008

Charge da Semana

Marcadores:

sábado, 6 de dezembro de 2008

Atualização Office Mobile 6.1

Marcadores:

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

O cuidador de idosos

 

O treinamento de pessoas para o cuidado faz-se necessário, face à situação de desamparo em que se encontram os idosos, no sentido de facilitar o atendimento imediato às suas necessidades básicas quando doentes fragilizados.

Tendo em vista o aumento progressivo da população idosa, o resgate do papel dos "cuidadores" é uma questão a ser pensada. Entretanto, em razão da complexidade cada vez maior na organização das sociedades, enfatiza-se a necessidade de preparo e aprendizado específicos para exercer o papel de "cuidador".

Para cuidar de idosos, espera-se que haja alguém capaz de desenvolver ações de ajuda naquilo que estes não podem mais fazer por si só; essa pessoa assume a responsabilidade de dar apoio e ajuda para satisfazer às suas necessidades, visando a melhoria da condição de vida.

Não se pode esquecer que, em muitas situações, o "cuidador" nem sempre é um ente da faID11ia, e que introduzir pessoas externas ao contexto familiar implica em reconhecer valores de respeito e discrição, para não interferir na dinâmica familiar .


Princípios orientadores

O preparo de cuidadores exige a definição de uma base conceitual norte adora dos valores e princípios filosóficos, que podem ser reconhecidos pelos pressupostos de Gonçalves e col (1997):

1. O cuidado humano ou "cuidar de si" representa a essência do viver humano; assim, exercer o autocuidado é uma condição humana. E ainda "cuidar do outro" sempre representa uma condição temporária e circunstancial, na medida em que o "outro" está impossibilitado de se cuidar .

2. O "cuidador" é uma pessoa, envolvida no processo de "cuidar do outro" - o idoso, com quem vivência uma experiência contínua de aprendizagem e que resulta na descoberta de potencialidades mútuas: É nesta relação íntima e humana que se revelam potenciais, muitas vezes encobertos, do idoso e do cuidador. O idoso se sentirá capaz de se cuidar e reconhecerá suas reais capacidades;

3. O cuidador é um ser humano de qualidades especiais, expressas pelo forte traço de amor à humanidade, de solidariedade e de doação. Costuma doar-se ou voluntariar-se para as áreas de sua vocação ou inclinação. Seus préstimos têm sempre um cunho de ajuda e apoio humanos, com relações afetivas e compromissos positivos.

Cuidador formal

Conceito - Pessoa capacitada para auxiliar o idoso que apresenta limitações para realizar as atividades e tarefas da vida quotidiana, fazendo elo entre o idoso, a família e serviços de saúde ou da comunidade, geralmente remunerado.

Perfil - Ter cursado 12 grau, ser maior de idade e submetido a treinamento específico, ministrado por instituição reconhecida, em observância a conteúdo oficialmente aprovado para atuar junto às pessoas idosas; gozar de condições físicas e psíquicas saudáveis e possuir qualidades éticas e morais. Identificar-se com as atividades desenvolvidas.

Funções - Ajudar nas atividades da vida diária; administrar medicamentos por via oral prescritos pelo especialista; auxiliar na deambulação e mobilidade; cuidados com a organização do ambiente protetor e seguro, acesso a dispositivos de ajuda ( equipamentos ) para a atenção ao idoso; propiciar conforto físico e psíquico; estimular o relacionamento e contato com a realidade e levar o idoso a participar de atividades recreativas e sociais. Conferir sinais vitais, reconhecer sinais de alterações (alerta) e prestar socorro em situações de urgência (os primeiros).

Cuidador profIssional

Conceito - O cuidador profissional é a pessoa que possui educação formal com diploma conferido por instituição de ensino reconhecida em organismos oficiais, e que presta assistência profissional ao idoso, família e comunidade.

Perfil - Ter cursado 32 grau e tido treinamento específico em cuidado do idoso, em instituições oficialmente reconhecidas Destacam-se as habilidades e qualidades pessoais para o cuidado.

Funções - Os cuidadores profissionais seguem funções específicas em conformidade com as legislações das categorias profissionais.

Os cuidadores "informais" e "formais" devem desenvolver algumas habilidades e qualidades para prestar cuidado, especificadas a seguir:

Habilidades técnicas: É o conjunto de conhecimentos teóricos e práticos, adquiridos por meio da orientação de profissionais especializados. Esses conhecimentos irão preparar o cuidador para prestar atenção e cuidados ao idoso (descritas nas funções).

Qualidades éticas e morais: São atributos necessários para permitir relações de confiança, dignidade, respeito e ser capaz de assumir responsabilidades com iniciativa. Quando não for parente, deve procurar adaptar-se aos hábitos familiares, respeitar a intimidade, a organização e crenças da fan111ia, evitando interferência.

Qualidades emocionais: Deve possuir domínio e equilíbrio emocional, facilidade de relacionamento humano, capacidade de compreender os momentos difíceis vividos pelo idoso, adaptação às mudanças sofridas por ele e faln11ia, tolerância ante situações de frustração pessoal.

Qualidades físicas e intelectuais: Deve possuir saúde física, incluindo força e energia, condições essenciais nas situações em que há necessidade de carregar o idoso ou dar apoio para vestir-se e cuidar da higiene pessoal. Ser capaz de avaliar e administrar situações que envolvem ações e tomada de decisões.

Motivação: É condição fundamental a empatia por idosos. Valorizá-los como grupo social, considerando que o "cuidado" deve ser um compromisso prioritário, pessoal e também da sociedade.

O cuidador de idosos dependentes deve organizar suas tarefas de cuidado de modo a ter oportunidades de se autocuidar. Muitas vezes, o cuidador se sobrecarrega nas suas atividades e se esquece de que é uma pessoa que também necessita de cuidados. A família deve avaliar esse trabalho, em conjunto com profissionais e planejar atividades para idosos e cuidadores. Cursos são necessários, visando a orientação aos cuidadores do cuidado com o outro e consigo mesmo.

BRASIL, Presidência Social. Idosos: Problemas e cuidados básicos. Brasília: MPAS/SAS, 1999.

Marcadores:

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Destruction - Sentence of Death - EP

Marcadores:

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Gosto Musical

Mas porque alguns fãs sentem fixação em relação à Madonna e outros com Britney Spears, Vitor e Leo ou mesmo a banda Calypso? Como o cérebro processa as músicas e o nosso gosto por elas? Vamos falar com a neurocientista Suzana Herculano-Houzel.

Escutamos música por toda parte. Cozinhando, comendo, fazendo exercício, até sem fazer nada. Ouvimos para ficar acordados e também para relaxar.

A música é uma forma de comunicação que, além das palavras ou em lugar delas, usa melodias e ritmos para transmitir significados e, especialmente, emoções de um cérebro para outro.

Os sons da música são processados pelos mesmos circuitos que o cérebro usa para a linguagem falada. A região do córtex temporal é a mesma que ouve os sons da fala e também a que processa os sons da música.

A porção do córtex pré-frontal esquerdo analisa e prepara a fala e também analisa a seqüência de sons da música.

Outras regiões do córtex direito acompanham tanto a melodia da fala quanto a da música. A seqüência de sons da melodia, tanto na música quanto na fala, transmite conteúdo emocional: alegre ou triste, delicado ou raivoso.

Experimente só: as mesmas palavras: "venha aqui agora" podem ser ditas como uma ordem áspera ou gentilmente.

Mas se você sussurrar – o que elimina a melodia da voz – o conteúdo emocional some!

Mas o que é uma melodia interessante? O cérebro gosta de ter um pouco de trabalho quando ouve música, gosta de analisar sua estrutura e descobrir padrões.

Melodias feitas de seqüências de sons muito simples, totalmente previsíveis, não têm graça. Mas também não gostamos de melodias totalmente imprevisíveis, sem nenhum padrão identificável.

Agora, o que é o padrão complicado na medida certa é uma questão pessoal, que depende da experiência de cada cérebro, depende do tipo de música que ele costuma ouvir e da complexidade dela.

Mas isso se aprende: quanto mais ouvimos música, melhores ficamos em encontrar padrões musicais.

Começamos, quando criança, ouvindo músicas simples e repetitivas. Com o tempo e a experiência, vamos aprendendo a processar melodias mais elaboradas e, assim, a gostar delas.

Mas por que nem todo mundo gosta do mesmo tipo de música? “Eles não seguem métrica, sílaba tônica, uma loucura”, avalia a cantora lírica Kiara Sasso, que odeia sertanejo.

Para gostar de um tipo de música, não basta ter um cérebro que aprendeu a encontrar algum padrão interessante naquele som. As memórias que associamos às músicas são igualmente importantes para determinar nossas preferências.

“Nossa, não sei nem como dançar isso, que doideira. Música de terror, isso”, reclama o funkeiro Preto, que odeia música clássica.

Se, ao longo da vida, você associar música clássica com ambientes chatos, com gente careta com que você preferiria não estar, seu cérebro terá memórias negativas associadas à música clássica.

Se, por outro lado, ouvir funk estiver associado a festas alegres, com pessoas bacanas, seu cérebro registra sensações agradáveis associadas ao funk.

E, assim, temos pessoas que gostam de funk, mas detestam clássicos, que curtem clássicos, mas não suportam sertanejo.

Claro que ninguém é obrigado a gostar de tudo, mas a boa notícia é que, quanto mais ouvimos uma música, mais aprendemos a gostar dela, é só ter sensações positivas para associar a ela. Com a experiência, o cérebro pode mudar de opinião e você pode até descobrir que gosta de mais músicas do que pensava.

Marcadores:

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Baden Powell: Um Violão na Madrugada - 1961

Marcadores:

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

50 Filmes Clássicos Para Assistir Antes de Morrer no TCM

1. "O expresso de Xangai" (Shanghai Express, 1932) - Segunda (1), 22h
2. "Juventude transviada" (Rebel without a cause, 1956) - Segunda (1), 23h25
3. "Um dia de cão" (Dog day afternoon, 1975) - Terça (2), 22h
4. "Diabo a quatro" (Duck soup, 1933) - Terça (2), 0h10
5. "O show deve continuar" (All that jazz, 1979) - Quarta (3), 22h
6. "O que terá acontecido a Baby Jane?" (What ever happened to Baby Jane?, 1962) - Quarta (3), 0h10
7. "Rio vermelho" (Red river, 1948) - Quinta (4), 22h
8. "Perseguidor implacável" (Dirty Harry, 1971) - Sexta (5), 0h15
9. "O ocaso de uma lenda" (This is Spinal Tap, 1984) - Sexta (5), 22h
10. "Vampiros de almas" (Invasion of the body snatchers, 1956) - Sexta (5), 23h30
11. "O barco – Inferno no mar" (Das boot, 1981) - Sábado (6), 22h
12. "O poderoso chefão" (The godfather, 1972) - Domingo (7), 0h30
13. "Os dez mandamentos" (The ten commandments, 1956) - Domingo (7), 22h
14. "Aventuras de Robin Hood" (Adventures of Robin Hood, 1938) - Segunda (8), 1h45
15. "Matar ou morrer" (High noon, 1952) - Segunda (8), 22h
16. "Confidências à meia-noite" (Pillow talk, 1959) - Segunda (8), 23h30
17. "Todos os homens do presidente" (All the president's men, 1976) - Terça (9), 22h
18. "Grande Hotel" (Grand Hotel, 1932) - Quarta (10), 0h25
19. "Pacto de sangue" (Double indemnity, 1944) - Quarta (10), 22h
20. "A princesa e o plebeu"(Roman holiday, 1953) - Quarta (10), 23h55
21. "O enigma do outro mundo" (The thing, 1982) - Quinta (11), 22h
22. "Amargo pesadelo" (Deliverance, 1972) - Quinta (11), 23h55
23. "Agonia e glória" (The big red one, 1980) - Sexta (12), 22h
24. "O iluminado" (The shining, 1980) - Sexta (12), 0h
25. "O bom, o mau e o feio" (The good, the bad & the ugly, 1966) - Sábado (13), 22h
26. "Os doze condenados" (The dirty dozen, 1967) - Domingo (14), 0h50
27. "A marca da maldade" (Touch of evil, 1958) - Domingo (14), 22h
28. "Os pássaros" (The birds, 1963) - Domingo (14), 23h40
29. "A força do destino" (An officer and a gentleman, 1982) - Segunda (15), 22h
30. "Noivo neurótico, noiva nervosa" (Annie Hall, 1977) - Terça (16), 0h10
31. "Meu amigo Harvey" (Harvey, 1950) - Terça (16), 22h
32. "Um dia em Nova York" (On the town, 1949) - Terça (16), 23h50
33. "A conversação" (The conversation, 1974) - Quarta (17), 22h
34. "Galante e sanguinário" (3:10 to Yuma, 1957) - Quarta (17), 23h55
35. "O terceiro homem" (The third man, 1949) - Quinta (18), 22h
36. "No calor da noite" (In the heat of the night, 1967) - Quinta (18), 23h45
37. "Tootsie" (Tootsie, 1982) - Sexta (19), 22h
38. "Se meu apartamento falasse" (The apartment, 1960) - Sábado (20), 0h
39. "Os irmãos Cara-de-Pau" (The Blues Brothers, 1980) - Sábado (20), 22h
40. "O selvagem" (The wild one, 1954) - Domingo (21), 0h15
41. "Por quem os sinos dobram" (For whom the bell tolls, 1943) - Domingo (21), 22h
42. "O sol é para todos" (To kill a mockingbird, 1962) - Segunda (22), 0h40
43. "Entre dois amores" (Out of Africa, 1985) - Segunda (22), 22h
44. "Cupido é moleque teimoso" (The awful truth, 1937) - Terça (23), 0h45
45. "O planeta proibido" (Forbidden planet, 1956) - Terça (23), 22h
46. "Dr. Fantástico" (Dr. Strangelove or: How I learned to stop worrying and love the bomb, 1964) - Terça (23), 23h45
47. "A felicidade não se compra" (It's a wonderful life, 1946) - Quarta (24), 22h
48. "A roda da fortuna" (The band wagon, 1953) - Quinta (25), 0h15
49. "Spartacus" (idem, 1960) - Quinta (25), 22h
50. "Frankenstein" (Frankenstein, 1931) - Sexta (26), 1h10

Marcadores:

domingo, 30 de novembro de 2008

Rastafari

Rastafari

Rastafari é um movimento político e religioso que nasce com os ativistas negros e mestiços da década de 1930, em particular da campanha do “Retorno à África” de Marcus Garvey. Fundamenta-se na resistência negra à opressão branca. Entre eles há uma grande variedade de práticas e crenças. Mas todos crêem na divindade de Ras Tafari, antigo imperador da Etiópia coroado como Hailé Selassié I.

Incorporam uma combinação de religiões africanas e de narrativas do Antigo Testamento. São vegetarianos, fazem tranças no cabelo, fumam maconha (cannabis) para ajudar à meditação e praticam uma crença pacífica.

Marcadores:

sábado, 29 de novembro de 2008

Manual de Instruções do IPhone 16GB

Marcadores:

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

..VIDA APÓS A MORTE

1. Relatos de pessoas que "estiveram do outro lado" e voltaram para contar o que viram são muito mais comuns do que a gente pensa. Esses casos vêm sendo pesquisados a sério desde pelo menos a década de 1970, quando ganharam entre os especialistas uma sigla em inglês: NDE, Near-Death Experience - no Brasil, o termo foi traduzido para EQM, ou "Experiências de Quase-Morte".

2. Segundo a NDE Research Foundation, entidade americana que pesquisa o assunto, ocorrem mais de 700 NDEs por dia apenas nos Estados Unidos. Geralmente os relatos sobre esse tipo de experiência têm vários pontos em comum. A maior parte das pessoas descreve ter visto túneis escuros, luzes brancas misteriosas e a percepção do próprio corpo sendo reanimado pelos médicos que prestaram socorro. Mas não pense que tudo se resume a momentos de paz e beleza. Há relatos de NDEs "negativas", similares a pesadelos, em que a pessoa tem visões de demônios e ouve gritos sombrios.

3. Sob o ponto de vista médico, a morte encefálica, popularmente chamada de morte cerebral, é irreversível. Mas existem casos de pacientes em estado de morte clínica (quando a respiração e o coração param, por exemplo) em que a atividade cerebral permanece. Nessas situações os músculos cardíacos e o ciclo respiratório podem ser reanimados com variadas técnicas e equipamentos. Em geral, as NDEs acontecem durante a reanimação de uma vítima morta clinicamente.

4 .Alguns cientistas, porém, acreditam que a consciência independe da atividade cerebral. Por isso seria possível um paciente ter uma NDE mesmo depois de constatada a ausência total de atividades cerebrais. Essa tese é defendida por dois pesquisadores britânicos, Sam Parnia, da Universidade de Southampton, e Peter Fenwick, da Universidade de Oxford. Eles criaram a fundação beneficente Horizon Research para investigar o que há por trás da morte.

5. Em 2001, Parnia e Fenwick publicaram no jornal de medicina Resuscitation uma pesquisa feita com sobreviventes de ataques cardíacos no Southampton General Hospital, na Inglaterra. De 1 500 pacientes analisados, 63 foram reanimados depois de declarados clinicamente mortos; sete deles relataram visões, mas só quatro casos foram considerados NDEs, devido à lucidez e à riqueza de detalhes dos depoimentos. Depois de recuperados, alguns pacientes, mesmo com inatividade cerebral constatada durante os trabalhos de ressuscitação médica, reconheceram pessoas que nunca viram antes, mas que ajudaram a salvá-los, e se lembraram do que os médicos falaram durante os procedimentos de socorro.

6. Também em 2001, uma outra pesquisa semelhante foi feita na Holanda. O neurologista Pin van Lommel divulgou, em artigo para a revista britânica de medicina The Lancet, os resultados de um estudo feito em dez hospitais holandeses, com 344 pacientes reanimados. Dezoito por cento deles relataram algum tipo de NDE.

7. Antes desse estudo, o doutor Lommel já pesquisava o assunto e selecionava relatos impressionantes. Num deles, um paciente contou ao médico holandês que, durante uma experiência de NDE, observou, ao lado da avó morta, um homem que ele não conhecia, mas que o olhava com carinho. Mais de dez anos após sua visão, o tal paciente descobriu que havia nascido de uma relação extraconjugal e que seu pai biológico havia morrido durante a Segunda Guerra Mundial. Quando ele conseguiu uma foto do seu pai verdadeiro, reconheceu o homem que havia visto durante sua NDE!

8. Outra experiência curiosa foi conduzida pelo médico e psicólogo americano Kenneth Ring, professor emérito da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos. Durante dois anos, Ring, um dos pioneiros mundiais no estudo de NDEs, colecionou mais de 30 relatos de pessoas cegas - algumas desde o nascimento - que tiveram visões do próprio corpo, ainda que fora de foco, antes de serem reanimadas.

9. É claro que muitos cientistas são totalmente céticos em relação a esses relatos. Argumentos contra os supostos contatos com a vida após a morte não faltam. Talvez o principal deles seja o de que tudo não passa de alucinação, provocada por reações neuroquímicas no cérebro de pessoas moribundas. O psiquiatra neozelandês Karl Jansen, por exemplo, aponta no livro Ketamine: Dreams and Realities ("Quetamina: Sonhos e Realidades") que já reproduziu, com voluntários, experiências idênticas às NDEs, usando para isso substâncias anestésicas como a quetamina, capaz de produzir alucinações.
10. Os adeptos do vodu, culto de origem africana praticado principalmente no Haiti, também têm sua própria receita para produzir a viagem de uma pessoa até a morte e depois "ressuscitá-la". Um feiticeiro local oferece à "vítima" uma poção feita com ervas alucinógenas e tóxicas. Esses ingredientes induzem a pessoa a um estado cataléptico, como se ela estivesse morta. Algum tempo depois, o feiticeiro "acorda o morto", ministrando outra dose da poção. Porém, essa seqüência de envenamentos e o tempo que a vítima passa sem receber oxigenação no cérebro a deixa com seqüelas mentais irreversíveis, transformando-a num verdadeiro zumbi. A história dessas criaturas "mortas-vivas" haitianas - teoricamente usadas para trabalhos escravos - foi investigada pelo antropólogo canadense Wade Davis. No livro A Serpente e o Arco-Íris, publicado na década de 1980, Davis defendeu a tese de que a substância tóxica tetradotoxina (TTX) - encontrada em peixes como o baiacu, muito consumido no Japão - era um dos princípios ativos da poção dos zumbis.

Marcadores:

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Download: Banda Black Rio - Maria Fumaça - MP3


Marcadores:

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

QUAL É A ORIGEM DA PIZZA?

Seus criadores foram mesmo os italianos. Mas existem várias hipóteses para explicar a chegada do ancestral da pizza à Itália. A principal delas conta que, três séculos antes de Cristo, os fenícios costumavam acrescentar ao pão coberturas de carne e cebola. Só que o pão deles era parecido com o pão sírio, redondo e chato como um disco. A mistura também foi adotada pelos turcos, que preferiam cobertura à base de carne de carneiro e iogurte fresco. "Durante as Cruzadas, no século XI, o pão turco foi levado para o porto italiano de Nápoles", conta o sociólogo Gabriel Bollaffi, da USP. Os napolitanos tomaram gosto pelo petisco e foram aperfeiçoando-o com trigo de boa qualidade para a massa e coberturas variadas, especialmente queijo. Nascia, então, a pizza quase como a conhecemos hoje. Faltava só o tomate, introduzido na Itália no século XVI, vindo da América, e incorporado como ingrediente tão básico quanto o queijo.

A mais antiga pizzaria que se conhece está em Nápoles e foi fundada em 1830. A pizza Margherita também surgiu nessa cidade, em 1889, feita de encomenda para o rei Umberto I e a rainha Margherita.

Marcadores:

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Xintoísmo

 

Xintoísmo é a religião japonesa primitiva que, desde tempos imemoriais, tem desempenhado um papel de grande importância dentro da cultura e história nipônicas. Relaciona-se, intimamente, com o caráter nacional japonês. A forte influência que exerce deve-se, em parte, à sua capacidade de coexistir harmoniosamente com outras religiões, especialmente o budismo. A religião xintoísta surgiu durante o período pré-histórico Yayoi, unindo o xamanismo nativo, o animismo e as crenças populares.

O xintoísmo é uma religião politeísta que venera um panteão de kami (deuses ou espíritos). Sua prática consiste em adorar, aplacar a ira do espírito ou, simplesmente, estabelecer relação com ele. As oferendas de comida consistiam, principalmente, de arroz, saquê, peixes, verduras e frutas. Estas cerimônias associavam-se aos ciclos das estações, refletindo as raízes agrárias do xintoísmo. As diferentes etapas da vida humana também eram marcadas por cerimônias.

Tradicionalmente, os xintoístas davam ênfase especial à pureza e sentiam grande respeito pela morte, doenças ou sangue. Quase tão importante quanto a pureza do corpo era a do coração.

Os xintoístas organizavam-se em grupos associados a seus santuários locais. Os primeiros lugares sagrados destacavam-se pela beleza natural. Somente anos mais tarde, os santuários transformaram-se em construções. Nelas havia um objeto que representava o corpo do kami. Não existe uma hierarquia unitária dentro da religião xintoísta e o sacerdócio se transmite de pai para filho.

Diferente da maioria das religiões, o xintoísmo não é uma revelação compilada em escritos considerados de inspiração divina. Os livros sagrados são descrições das práticas xintoístas, geralmente relatos. Existem compêndios de cerimônias, rituais e rezas antigas que servem às liturgias cerimoniais.

Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Marcadores:

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

eBook: Vencendo o Passado


Detalhes / Sinopse:
A inteligência da vida vai mostrar-lhe qual atitude sua está ocasionando seus desafios. Se você aceitar e promover sua melhora interior, então vencerá e o passado passará. A liberdade o tornará mais lúcido e mais feliz. Neste livro, os protagonistas enfrentam esse desafio com sucesso. Mas você terá ainda de enfrentar os seus. (Zibia Gasparetto)

Marcadores:

domingo, 23 de novembro de 2008

Nutrição humana

 

INTRODUÇÃO

Nutrição humana é a  ciência que estuda os nutrientes e outras substâncias alimentícias e a forma na qual o corpo as assimila. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e alguns países dão indicações precisas quanto aos nutrientes necessários a uma dieta equilibrada .

Os nutrientes são classificados em cinco grupos principais: proteínas, carboidratos ou glicídios, gorduras ou lipídios, vitaminas e sais minerais. Esses grupos compreendem um total de 45 a 50 substâncias que os cientistas consideram essenciais para manter a saúde e um crescimento normal, com base em pesquisas com animais.

FUNÇÕES DOS NUTRIENTES

A função primordial da proteína é produzir tecido corporal e sintetizar enzimas, alguns hormônios que regulam a comunicação entre órgãos e células (como a insulina) e outras substâncias complexas que regem os processos corporais.

Os sais minerais inorgânicos são necessários à reconstrução estrutural dos tecidos corporais, além de participar em processos como a ação dos sistemas enzimáticos, contração muscular, reações nervosas e coagulação do sangue.

As vitaminas lipossolúveis são compostos orgânicos que atuam principalmente nos sistemas enzimáticos para melhorar o metabolismo das proteínas, dos carboidratos e das gorduras. Sem essas substâncias, não aconteceria a decomposição e assimilação dos alimentos. Certas vitaminas participam da formação de células do sangue, hormônios, substâncias químicas do sistema nervoso e de materiais genéticos.

Os carboidratos são os principais responsáveis por fornecerem energia na maioria das dietas humanas. Os alimentos ricos em glicídios são mais baratos e abundantes em comparação com aqueles com alto teor de proteína e gorduras. Os carboidratos são queimados durante o metabolismo para produzir energia, liberando dióxido de carbono e água.

TIPOS DE ALIMENTOS

Embora mais escassas do que os carboidratos, as gorduras produzem mais do que o dobro de energia. Por serem um combustível compacto, os lipídios conseguem ficar bem armazenados para futura utilização, caso haja uma redução no consumo de carboidratos.

Os alimentos podem ser classificados em pães e cereais; leguminosas e legumes; tubérculos e raízes; frutas e verduras; carne; pescado; ovos; leite e derivados; gorduras e óleos e doces e balas.

Os pães e cereais são ricos em amido e constituem uma fonte fácil e direta de calorias.

Os legumes ou leguminosas também são ricos em amido, mas proporcionam muito mais proteínas do que os cereais ou tubérculos. A proporção e o tipo de aminoácido dos legumes são semelhantes aos da carne.

Os tubérculos e as raízes comestíveis são ricos em amido e têm pouca proteína, mas proporcionam grande variedade de vitaminas e sais minerais.

As frutas e verduras são uma fonte direta de muitos sais minerais e vitaminas ausentes nas dietas de cereais. Destacam-se a vitamina C dos cítricos e a vitamina A, procedente do caroteno das cenouras e verduras com folha.

A carne, o pescado e os ovos proporcionam todos os aminoácidos essenciais de que o corpo necessita para formar suas próprias proteínas.

O leite e seus derivados (o queijo, iogurte e os sorvetes) têm abundância de proteínas, fósforo e, em especial, cálcio. O leite também é rico em proteínas.

As gorduras e óleos têm alto teor de calorias, mas contêm poucos nutrientes.

Os doces e balas são compostos de mais de 75% de açúcar e também contêm poucos nutrientes.

RECOMENDAÇÕES DIETÉTICAS

Em relação à nutrição humana, os cientistas recomendam o seguinte: comer alimentos variados; manter o peso ideal; evitar o excesso de gorduras e óleos; gorduras saturadas e colesterol; comer alimentos com teores suficientes de amido e fibras; evitar o excesso de açúcar e sal e, no caso de ingerir bebidas alcoólicas, fazê-lo com moderação.

Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Marcadores:

sábado, 22 de novembro de 2008

Espiritismo

Espiritismo

Espiritismo é a doutrina segundo a qual os mortos podem entrar em contato com os vivos, geralmente através de um clarividente ou médium.

Ainda que o espiritismo seja praticado, sob uma forma ou outra, desde tempos remotos, o espiritismo moderno é um conjunto de princípios e leis codificados por Allan Kardec, no século XIX, através dos livros O livro dos espíritos, O livro dos médiuns e O evangelho segundo o espiritismo, entre outros. O espiritismo acredita em Deus, considera Jesus Cristo um espírito perfeito e prega que a moral cristã, contida no evangelho, é um roteiro seguro para evolução espiritual de toda a humanidade.

A doutrina espírita ensina que a mediunidade é um dom de nascença, outorgado a algumas pessoas. Este dom pode, ou não, ser desenvolvido e, quando o é, auxilia o espirito do médium a se purificar. Uma sessão de espiritismo, na qual o médium tenta entrar em contato com os mortos, é precedida de hinos e orações. Falando com freqüência e, embora não seja imprescindível, em estado de transe, o médium transmite mensagens de consolo e saudação dos parentes e amigos mortos.

O espiritismo prega que os espíritos redimem seus erros de uma vida, reencarnando em outra. Para alcançar a purificação, precisam passar por várias encarnações que lhes vai eliminando os carmas, ou culpas, acumulados. No final de sucessivas encarnações, um espirito alcança a felicidade perfeita, não precisando mais habitar um corpo terreno.

Marcadores:

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Fireshot Para IE

Marcadores:

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Elaboração e conservação dos Alimentos

Alimentos, Elaboração e conservação dosNa Elaboração e conservação dos Alimentos, mecanismos empregados para proteger os alimentos contra os micróbios e outros agentes responsáveis por sua deterioração e permitir seu consumo futuro. Os alimentos conservados devem manter aspecto, sabor e textura apetitosos, assim como seu valor nutricional original.

Entre os agentes que podem destruir as características da comida fresca estão as bactérias, os fungos e as enzimas. O oxigênio da atmosfera também pode reagir com componentes dos alimentos, que se tornam rançosos ou mudam sua coloração natural.

A embalagem, o congelamento e a desidratação são as técnicas mais utilizadas para conservar os alimentos. O processo de embalagem recebe às vezes o nome de esterilização, porque os alimentos são submetidos a um tratamento por calor, que elimina todos os microorganismos que podem estragá-los, bem como aqueles que podem ser prejudiciais à saúde, como bactérias patogênicas e as que produzem toxinas letais.

A conservação de alimentos em grande escala por congelamento teve início no final do século XIX com o surgimento da refrigeração mecânica. A refrigeração conserva os alimentos, impedindo a multiplicação de microorganismos. Esse método de conservação é um dos mais utilizados em uma grande variedade de alimentos, como os produtos de confeitaria e padaria, sopas e comidas pré-cozidas.

Os termos secagem e desidratação se aplicam à eliminação da água dos alimentos. Em tecnologia dos alimentos, secagem refere-se à dessecação natural, como a que se obtém expondo a fruta à ação do sol, e desidratação designa a secagem por meios artificiais, como uma corrente de ar quente. Na secagem por congelamento ou liofilização, alimentos congelados são submetidos à ação do vácuo em uma câmara especial, até que se retire a maior parte de seu conteúdo em água.

É possível usar outros métodos ou combinações de métodos para conservar os alimentos. A salga do peixe e do porco é uma prática muito antiga. O sal penetra nos tecidos e, para todos os efeitos, fixa a água, inibindo assim o desenvolvimento de bactérias. Outro método muito empregado é a defumação, utilizado muitas vezes para a conservação do peixe, do presunto e das salsichas. Neste caso, parte da ação preservadora deve-se a agentes bactericidas presentes na fumaça, assim como à desidratação produzida no processo. O açúcar, um dos principais ingredientes dos doces em pasta e das geléias, é outro agente conservador. A fermentação produzida por certas bactérias que geram ácido lático é a base da conservação do chucrute e das salsichas fermentadas.

Entre as novas técnicas experimentais, figuram o uso de antibióticos e a exposição dos alimentos à radiação nuclear, embora a preocupação do público com relação à segurança da radiação tenha limitado seu uso em grande escala.

Marcadores:

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

COMO REZAM AS DIFERENTES RELIGIÕES DO MUNDO?

A prece é um elemento universal da espiritualidade humana, encontrada em todas as tradições religiosas. Cada uma delas segue seus próprios rituais, mas o objetivo é o mesmo: comunicar-se com a divindade, em uma atitude de devoção e máximo respeito. "Antes mesmo de existirem sistemas de crença constituídos, o ser humano proferia palavras de apelo ao Criador, sempre com o sentido mágico de obter paz interior e alívio para o sofrimento", diz a antropóloga Liana Maria Sálvia Trindade, da Universidade de São Paulo (USP), especializada no estudo das religiões. Conforme a doutrina, o rito pode incluir ainda adereços especiais. No Judaísmo, por exemplo, é obrigatório o uso do solidéu.
"O homem tem que ser humilde diante de Deus, jamais pode mostrar a cabeça dentro da sinagoga ou quando reza", diz o rabino Yekuda Busquila, da Congregação Israelita de São Paulo. Os muçulmanos, por sua vez, pedem graças ao Criador depois de rezar, ato que, entre eles, obedece a uma série de regras. O fiel tem que orar sempre voltado para a Meca, cidade da Arábia Saudita onde está seu principal santuário. Além disso, só é permitido rezar em locais limpos, daí a utilização de um pequeno tapete. "Ele pode ser carregado para qualquer parte e é uma garantia de que se está rezando sobre um local puro, já que o dono do tapete sabe que ele está limpo", explica o xeique Ali Abdune, presidente da Assembléia Mundial da Juventude Islâmica. Já no Catolicismo, o ritual pode ser feito tanto em particular quanto na igreja, durante a missa. Ao final da prece, é obrigatório fazer o sinal da cruz. "Jesus Cristo ensinou assim e por isso devemos seguir esse preceito", afirma o padre Eduardo Coelho, da Arquidiocese de São Paulo.

No Budismo, a oração busca não só aproximar o homem de uma realidade superior, como ajudar o praticante a desenvolver qualidades típicas do Buda como a calma, a alegria e o amor. "É uma forma de trazer bênçãos protetoras para o dia-a-dia, apesar de nem todas as vertentes do Budismo adotarem a prece", diz Peter Harvey, professor de Estudos Budistas da Universidade de Sunderland, na Inglaterra.

Sua religião-mãe, o Hinduísmo, também não prevê uma forma única de orar. Para eles, a prece é importante, mas não obrigatória. "Nessa conversa mental com a divindade, o hindu fecha os olhos para que todos os seus sentidos fiquem voltados para seu mundo interior. Assim, ele pode ascender a patamares mentais superiores", afirma Swami Nirmalatmananda, presidente do templo Hama Krishna Vedanta, em São Paulo.

Apelo ao divino

BUDISTAS
Tanto em casa quanto no templo, a prece é feita diante de um relicário com a imagem de Buda, cercado de velas, incenso e flores. Para rezar, o budista junta as mãos, se ajoelha e se curva três vezes diante da imagem. Depois, faz as oferendas (flores, velas e alimentos), que simbolizam o ciclo da vida, a luz dos ensinamentos e a gratidão



CATÓLICOS

A religião contém duas orações básicas; o Pai Nosso e a Ave Maria. Muitas vezes, o fiel reza com o rosário de 165 contas, correspondente a 15 vezes a primeira prece e 150 a segunda. Ao terminar, faz o sinal da cruz. O católico geralmente reza ajoelhado, com as mãos unidas



JUDEUS

As preces estão na chamada Torá, o livro sagrado do Judaísmo, e podem ser seguidas pelo pedido de perdão, feito diretamente a Deus, sem intermediários. Sentado no banco da sinagoga, cada fiel tem seu próprio livro de orações. Conforme a seqüência de preces, ele alternadamente levanta-se e se ajoelha, depois volta a sentar. Os homens têm de usar uma pequena touca, o solidéu, em sinal de respeito a Deus



HINDUÍSTAS

Não existem regras no Hinduísmo, mas em geral o devoto reza sentado sobre uma almofada na famosa posição de lótus: com as pernas cruzadas e a coluna e a cabeça eretas. Antes de iniciar a prece, ele fecha os olhos e coloca as mãos sobre as pernas. Alguns usam um rosário de 108 contas



MUÇULMANO

O fiel deve rezar todo dia em cinco horários: 5:00, 12:30, 16:00, 18:30 e 20:00. Para isso, ele entra na mesquita sem sapatos e se encaminha à Sala de Oração, que ocupa a ala de um jardim aberto. No centro do jardim, fica o poço de purificação, para ele se lavar antes da prece. No muro que dá para Meca há um nicho, o mihab, que indica a direção para a qual se deve rezar. Durante a oração, o fiel se inclina para a frente, prostrado no chão, em sinal de respeito ao Criador. A testa toca o tapete especial para esse ritual (cada um deve ter o seu e cuidar de mantê-lo sempre bem limpo)

Marcadores: