Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2007

Dicas de Português: Os Vedoin ou os Vedoins?

Surge um novo escândalo político e uma nova dúvida. A frase a seguir resume bem o assunto:

- Sem apresentar provas diretas do envolvimento dos dois tucanos, os Vedoin, que eram sócios da Planam, uma das empresas acusadas de participar da fraude das ambulâncias, disseram que os políticos teriam participado do esquema entre os anos de 2000 e 2002

Repito a pergunta que dá título a esta postagem: os Vedoin ou os Vedoins (referência aos irmãos Darci e Luiz Antonio Vedoin)? Primeiro, o consenso. Ninguém discorda do uso do plural. Os nomes e sobrenomes seguiriam as mesmas regras dos demais substantivos. Um fica no singular, mais de um vai para o plural. Um Vedoin, dois Vedoins.

Há fartura de exemplos, tanto em língua portuguesa quanto importados de outros países: os Joões, os Andradas, os Flintstones, os Simpsons, os Maias (o exemplo mais lembrado).

E quanto à utilização do singular? Aí é que começa a polêmica. Há quem defenda (minoria), há quem condene (maioria). Evanildo Bechara, em sua "…

Cidades Brasileiras: Governador Valadares/MG

Governador Valadares é o centro comercial do nordeste do estado de Minas Gerais, na região Sudeste do Brasil, foi fundada às margens do rio Doce. É atualmente um entroncamento rodoferroviário importante, fazendo a ligação entre a rodovia BR-116 Rio–Bahia e a estrada de ferro Vitória-Minas. Classificada como capital regional na hierarquia do estado, comanda uma extensa rede urbana composta por dois centros sub-regionais, 11 centros menores e 65 municípios de base rural. Sua economia apóia-se na pecuária e na agricultura e, mais recentemente, na comercialização de pedras semipreciosas, em função das condições geológicas propícias de sua região. Governador Valadares possui um parque industrial compatível com seu nível hierárquico, embora não seja considerada uma cidade industrial. Seu comércio atacadista dá apoio às atividades primárias, fazendo a distribuição de implementos agrícolas e insumos e canalizando a produção de sua área de influência. O comércio varejista e a estrutura de ser…

Placas - Final

Imagem

Placas - Parte 1

Imagem

O que ocorreu não foi acidente, foi crime

FRANCISCO DAUDT

Gostaria imensamente de ter minha dor amenizada por uma manchete que estampasse, em letras garrafais, "GOVERNO ASSASSINA MAIS DE 200 PESSOAS". O assassino não é só aquele que enfia a faca, mas o que, sabendo que o crime vai ocorrer, nada faz para impedi-lo. O que ocorreu não pode ser chamado de acidente, vamos dar o nome certo: crime.
Remeto-me ao livro de García Marquez, "Crônica de uma morte anunciada". Todos sabiam e ninguém fez nada. E não me refiro a você, leitor, que se consome em sua impotência diante deste e de tantos descalabros que vimos assistindo semanalmente. Ao ponto de a ministra se permitir ao deboche extremo do "relaxa e goza'? Será esta sua recomendação aos parentes das novas vítimas? Refiro-me às autoridades (in)competentes, inapetentes de trabalho gestor. Refiro-me ao presidente Lula, que, há quantos meses, ó Senhor, disse em uma de suas bazófias inconseqüentes que queria "data e hora para o apagão aéreo acabar"…

O MENINO LAMA CRESCEU

À primeira vista, Michel Lenz Cesar Calmanowitz é um jovem de 20 anos igual aos outros. Tem cabelo curtinho, na moda, usa óculos, o rosto exibe marcas de espinha. O pai, terapeuta corporal, e a mãe, psicóloga, são separados. As semelhanças com um garoto comum talvez terminem aí. Desde os 12 anos, ele vive no monastério de Sera Me, na Índia, entre 4 000 monges. Lama Michel Rimpoche ("o precioso", em tibetano) dedica sua vida a estudar e a divulgar o Budismo.

Quando criança, numa viagem à Índia com a família, ele foi reconhecido por outros lamas como reencarnação de vários mestres um deles, do século XV. Junto com seu tutor, o lama Gangchen, Michel viaja o mundo divulgando a palavra de Buda.

Como é o dia-a-dia de um brasileiro de 20 anos em um monastério budista?

Vivo em uma universidade monástica com outros 4 000 monges. Sou o único ocidental da minha faculdade, que tem 1 500 alunos. Moramos numa pequena cidade no interior da Índia, ao sul. Um lugar quente. Meu cotidiano é tod…

Wallpaper (1024 x 768)

Imagem

Video do Mês

Powered by www.myfabrik.com

Hoje na História - 75 Anos do Falecimento de Santos Dumont

23.Ju.1932 - Falecimento de Santos Dummont

Para Saber Mais:

Santos Dumont (1873-1932), aeronauta brasileiro, pai da aviação. Nasceu no sítio de Cabangu, em Palmira (hoje Santos Dumont), em Minas Gerais, a 20 de julho de 1873. Aos 18 anos partiu para a França, com o objetivo de estudar física, mecânica e eletricidade. Interessou-se por aerostação e começou a desenhar balões, nos quais colocou motores a petróleo, uma grande ousadia para a época.

Em 1897, realizou sua primeira ascensão em balão em Paris. Nos anos seguintes lançou um balão cilíndrico. Em 1901, perante uma Comissão do Aeroclube da França, conseguiu elevar-se do solo e realizar o percurso de Saint-Cloud à Torre Eiffel, contorná-lo e voltar ao ponto de partida, pilotando um balão alongado em forma de charuto com motor a petróleo, que havia idealizado. Com isso, assegurou a dirigibilidade dos balões e arrebatou o prêmio Deutsch de La Meurthe.
Mais tarde, em 23 de outubro de 1906, com o 14-Bis (aeronave com motor a explosão), que …

MEDICINA ALTERNATIVA - FINAL

Efeito placebo

Tradicionalmente, o jeito que a medicina ortodoxa arrumou para aprovar ou reprovar um tratamento é um teste muito engenhoso chamado "contraplacebo". Funciona assim: um médico arruma uma porção de voluntários. Essas cobaias são então divididas em dois grupos. Um dos grupos é tratado com o remédio ou o tratamento que se quer testar. O outro recebe apenas placebo. Placebo, como já foi dito, é um remédio "falso", sem princípio ativo. Por exemplo, uma cápsula que contenha farinha. Os testes mais confiáveis, além de serem "contraplacebo", são "duplo-cego". Ou seja, não é só o paciente que não sabe qual remédio é o de verdade e qual é o placebo. Os médicos que dão o remédio também não sabem. Tudo para diminuir qualquer influência externa. Só o remédio tem que agir.

Tudo muito bem bolado, muito inteligente. Mas a ciência não contava com uma coisa: e se o placebo não for totalmente inócuo? E se a pílula de farinha curar também? Pois é. Parec…

MEDICINA ALTERNATIVA - PARTE 1

O pai da medicina ocidental, o médico e filósofo grego Hipócrates, gostava de repetir enquanto cuidava de seus pacientes que "o homem é uma parte integral do cosmo e só a natureza pode tratar seus males". Com isso, ele queria mostrar que as causas da doença eram naturais - e não punições divinas como se acreditava até então - e lembrar que o equilíbrio e a saúde do corpo estão diretamente ligados ao ambiente em que vivemos. Essa mesma frase voltou a soar atual nos últimos anos, ao mesmo tempo em que ocorre uma popularização dos métodos alternativos à mesma medicina ocidental que Hipócrates fundou.

A partir do século 17, quando as idéias do filósofo René Descartes começaram a influenciar a ciência, os tratamentos médicos passaram a ver o corpo humano como uma máquina em que cada parte tinha uma função específica e independente. Para Descartes, entendendo-se cada uma das partes, entende-se o todo. Simples assim. A medicina moderna, esquecendo o conselho de Hipócrates, ergueu-se…

Reflexão Diária

Os remédios são mais lentos que as doenças.
Tácito

Jung, Carl Gustav

Um dos primeiros seguidores de Sigmund Freud, criador da psicanálise, Jung afastou-se do mestre em 1912 e fundou sua própria teoria, a psicologia analítica, para a qual é inaceitável a tese freudiana de que todos os fenômenos inconscientes se explicam por influências e experiências infantis ligadas à libido.

Carl Gustav Jung nasceu em Kesswil, Suíça, em 26 de julho de 1875. Filho de um pastor protestante, desistiu da carreira eclesiástica para estudar filosofia e medicina, nas universidades de Basiléia e Zurique. Interessado nos problemas de transtorno de conduta, seguiu os ensinamentos do neurologista e psicólogo francês Pierre Janet no hospital de la Salpêtrière de Paris. De novo em Zurique, trabalhou com o psiquiatra suíço Eugen Bleuler, que se tornaria célebre pelos estudos da esquizofrenia.

A partir de 1907, Jung entrou em contato com Sigmund Freud, com quem manteve estreita relação. Discípulo predileto do mestre, tornou-se o primeiro presidente da Sociedade Psicanalítica Internaci…

Ringo Starr - It Don't Come Easy

Imagem
It don´t come easy
You know it don´t come easy
It don´t come easy
You know it don´t come easy
Got to pay your dues if you want to sing the blues
And you know it don´t come easy
You don´t have to shout or leap about
You can even play them easy
Forget about the past and all your sorrow
The future won´t last
It will soon by your tomorrow
I don´t ask for much
I only want trust
And you know it don´t come easy
And this love of mine keeps growing all the time
And you know it just ain´t easy
Open up your heart
Let´s come together
Use a little luck
And we will make it work out better
Got to pay your dues if you want to sing the blues
And you know it don´t come easy
You don´t have to shout or leap about
You can even play them easy
Please remember peace is how we make it
Here within your reach
If you´re big enough to take it
I don´t ask for much
I only want trust
And you know it don´t come easy
And this love of mine keeps growing all the time
And you know it don´t come easy

O CURANDEIRO DA ANEMIA DOS DESEJOS

Imagem
O jovem escritor piemontês Alessandro Baricco, segundo a avalanche de resenhas e artigos que a publicação de seu livro, Seda, provocou durante o último inverno europeu, parece ter despontado como a nova estrela literária italiana. Com dois romances que lhe valeram os melhores prêmios, (Castelos de Raiva, de 1991, e Oceano Mar, de 1993), Baricco acaba agora de se consagrar junto ao público, principalmente de jovens, que lotou o teatro Valle, em Roma, e aplaudiu de pé a leitura de Seda (pouco mais de cem páginas).

Na verdade, Baricco não é um desconhecido. Já vinha ocupando, como crítico musical, uma das colunas do prestigioso jornal La Reppublica, antes de ser contratado pela RAI 3 para dois programas de sucesso: um sobre música e outro sobre livros: "São programas que ainda podem representar uma espécie de clareira na floresta, onde as pessoas que escapam (do "império") podem refugiar-se. São aventuras, só para uma minoria" diz o autor. Ele ainda acredita na leitura…

POR QUE AS LETRAS NO TECLADO NÃO SEGUEM A ORDEM ALFABÉTICA?

Imagem
Acredite se quiser, mas o teclado que usamos hoje conhecido como QWERTY (por causa das seis primeiras letras na fileira superior, na mão esquerda) foi escolhido por tornar a digitação mais lenta. Isso aconteceu porque as primeiras máquinas, de tecnologia rudimentar, travavam os tipos quando a datilografia era muito rápida. Quando o impressor americano Christopher Latham Sholes (1819-1890) inventou a máquina de escrever, em 1868, tentou ordenar as letras em ordem alfabética como acontece na segunda fileira, onde temos uma seqüência quase completa: DFGHJKL. As mudanças de posição foram feitas para forçar o datilógrafo a bater as teclas numa velocidade adequada, sem embaralhar os tipos. Por isso, o E e o I, duas das letras mais freqüentes na língua inglesa, foram retiradas da segunda fileira, a mais acessível. A letra A, outra das mais comuns, ficou relegada ao dedo mínimo esquerdo, o menos hábil de todos.

Em 1932, depois de 20 anos de estudo, August Dvorak, também americano, criou o tecl…

Chico Buarque - Entrevista concedida a Veja (15/09/1971), , na época em que o compositor enfrentava problemas com a censura.- Final

Imagem
Veja - Mas não são exatamente esses os sambas chamados de típico Chico Buarque?
CHICO - Esse é o típico Chico Buarque que eles chamavam de novo Noel. Quer dizer, às vezes a gente pensa que é uma coisa e é outra. É o tal negócio do id, do ego. Eu não posso brigar contra essa imagem. Se eles acham que eu sou o cara que fez A Rita, então vai ver que sou. Mas eu, me vendo de fora, sou mais o cara que fiz o 0lê, Olá ou o Pedro Pedreiro. Acho que uma coisa completa a outra. Adoro esse meu lado lírico de Benvinda. Sei que sou eu mesmo, sem afetação e sem querer fazer graça. E no Pedro Pedreiro, que é completamente diferente, também sou. Já em outras coisas estou fazendo graça, mas acho que faz parte também porque sou um cara bem-humorado.

Veja - Que diferença faz no seu processo de composição trabalhar para alguém, como foi o caso do Mário Reis, ou com parceiros, o Tom, o Vinicius ou a trilha de Vida e Morte Severina?
CHICO - Nesses casos é sempre um trabalho mais disciplinado. Com o Mário Reis…

Chico Buarque - Entrevista concedida a Veja (15/09/1971), , na época em que o compositor enfrentava problemas com a censura.- Partte 1

Imagem
Veja - Criado mais ou menos vizinho da bossa-nova - inclusive com compositores freqüentando a sua casa, como é que você começou a se expressar mais pelo samba tradicional?
CHICO - Quando eu comecei, antes de Pedro Pedreiro e Sonho de um Carnaval, fiz vários sambas que eram imitação, ou eram bossa-nova. Mas quando fiz meus sambões, isso não coincidiu com a bossa-nova e sim com uma época posterior, o tempo dos sambões pra fora, da Baden e do Vinicius, a fase da Nara no Opinião. A partir da música que fiz para a peça Vida e Morte Severina foi que comecei uma coisa minha mesmo. Alguns sambas fizeram sucesso e ficou essa coisa de dizerem que só faço samba. Isso me atrapalha um pouco, inclusive. Quem te Viu, Quem te Vê, por exemplo, é um sambão tipo Ataulfo Alves, tipo Noel Rosa, A Rita era um samba noelesco e Juca era coisa que eu fiz meio ao gênero.

Veja - Mas o que marcou mais foram exatamente as que não eram bossa-nova.
CHICO - Eu sei. Mas não dependeu de mim, nem eu fiz porque optava. Ent…

Pau no Nome!

Imagem

Salmão grelhado com molho de tâmara

Imagem
Ingredientes:
3 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (chá) de açúcar
10 tâmaras médias sem caroço em pedaços bem pequenos
4 colheres (sopa) de vinagre de maçã
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
12 minimedalhões de salmão (cerca de 400 g no total)
sal e pimenta-da-jamaica em pó a gosto

Modo de Preparo:
Leve ao fogo uma panela com a manteiga e o açúcar e cozinhe, mexendo de vez em quando, por 2 minutos.
Junte as tâmaras, o vinagre e 1/2 xícara (chá) de água.
Cozinhe, mexendo de vez em quando, por 7 minutos, ou até encorpar um pouco.
Retire do fogo e reserve.
Aqueça o azeite de oliva numa frigideira grande, disponha os medalhões e grelhe-os por 1 minuto de cada lado.
Tempere com sal e pimenta-da-jamaica e retire do fogo.
Distribua os medalhões em pratos, regue com o molho e, se preferir, decore com tâmara e cebolinha verde.

Filosofia: Metafísica

Metafísica é ramo da filosofia que trata da natureza da realidade última. Está dividida em ontologia, que trata dos inúmeros tipos fundamentais de entidades que compõem o universo, e a metafísica propriamente dita, que se preocupa com a apreensão dos traços mais gerais da realidade. Esta última pode atingir um alto grau de abstração. A ontologia, ao contrário, está mais relacionada com o plano físico da experiência humana.

Acredita-se que o termo metafísica tenha sido utilizado pela primeira vez por Andrônico de Rodes. Na adaptação que fez das obras de Aristóteles, ao tratado chamado Filosofia primeira ou Teologia seguia-se o tratado de Física. Segundo ele, a referida Filosofia ficou conhecida como met(ta)-physica, ou seja, ‘além da física’. Os temas tratados na Metafísica de Aristóteles (substância, causalidade, natureza do ser e existência de Deus) estabeleceram o conteúdo da especulação metafísica ao longo de séculos.

Bem antes da época de Kant, esta disciplina se caracterizava por …

Dica de Português: Um caso para não usar vírgula

As expectativas de inflação recuaram bastante para 2006, e ainda devem recuar mais.

O problema pode ser resumido da seguinte forma: orações com mesmo sujeito e ligadas pela conjunção "e" não levam vírgula.
Dois exemplos do noticiário:
- Olívio Dutra cresce cinco pontos e (Olívio Dutra) empata com Rigotto
- Muçulmanos protestam e (muçulmanos) exigem desculpas do papa

Como as duas orações têm o mesmo sujeito, não se usa a vírgula para separá-las.

O mesmo deveria ocorrer na frase que abre a postagem:
- As expectativas de inflação recuaram bastante para 2006 e ainda devem recuar mais.

Cidades Brasileiras: Belo Horizonte/MG.

Cidade do sudeste do Brasil, capital do estado de Minas Gerais. Importante centro industrial, administrativo e cultural de uma extensa região rica em ferro, ouro, manganês, níquel e pedras preciosas. Suas indústrias produzem ferro, aço, metais refinados, produtos têxteis e quipamento para transporte.

Belo Horizonte foi projetada sobre três amplas avenidas alinhadas que se estendem a partir de um enorme parque, e segundo o plano original deveria manter-se dentro dos limites de uma cidade de porte médio. No entanto, o crescimento econômico, a partir do desenvolvimento da indústria siderúrgica, atraiu contingentes de pessoas do interior que foram ocupando desordenadamente áreas não previstas no plano urbanístico.

Em consequência, se produziu um processo de conurbação que foi incluindo progressivamente na região metropolitana 14 municípios, entre os quais se contam Betim, Contagem, Lagoa Santa, Sabará e Nova Lima, que tem uma das minas de ouro mais profundas do mundo. O novo surto de indust…

Dúvidas Lusitanas - Final

Imagem

Dúvidas Lusitanas - Parte 1

Imagem

Quadrilhas de canalhas

Está com medo de tornar-se doméstica ou prostituta? Bata em pobres, índios e putas

É um mundo em que a permissividade é o melhor remédio contra a inevitável insegurança social. Nesse mundo, os pais fazem qualquer coisa para que seus rebentos acreditem gozar de um privilégio absoluto; esse é o jeito que os adultos encontram para acalmar sua própria insegurança, para se convencer de que eles mesmos gozam de privilégios garantidos e incontestáveis. Nesse mundo, aos inseguros não basta ser cliente, é preciso que eles sejam clientes especiais.

Uma classe média insegura é o reservatório em que os fascismos sempre procuraram seus canalhas. Você está com medo de perder seu lugar e, de um dia para o outro, tornar-se índio, mendigo ou empregada doméstica? Pois é, pode bater neles e encontrará assim a confortável certeza de seu status. Aos inseguros em seu desejo sexual, aos mais apavorados com a idéia de sua impotência ou de sua "bichice", é proposto um remédio análogo. Você provará ser…

Estudo sugere que meditação pode ajudar a treinar atenção

Na meditação, as pessoas ficam sentadas em silêncio e se concentram em sua respiração. Enquanto o ar entra e sai de suas narinas, elas acompanham cada sensação. Quando pensamentos espontâneos vêm à mente, elas não lhes dão atenção.

Segundo um estudo publicado na edição online da revista "PloS Biology", três meses de treinamento rigoroso neste tipo de meditação leva a uma profunda mudança na forma como o cérebro aloca a atenção.

Parece que a capacidade de se livrar dos pensamentos que surgem à mente liberta o cérebro para cuidar de eventos e coisas que estão mudando mais rapidamente no mundo ao seu redor, disse o principal autor do estudo, Richard Davidson, um professor de psicologia e psiquiatria da Universidade de Wisconsin, em Madison. Meditadores experientes, ele disse, são mais bem capacitados do que outras pessoas na detecção de estímulos que estão mudando rapidamente, como expressões faciais emocionais.

Ron Mangun, diretor do Centro para a Mente e Cérebro da Universidade …